Educação, Póvoa de Lanhoso

Câmara Municipal e Braval entregaram sacos-ecopontos – Póvoa de Lanhoso

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso e a Braval entregaram, na tarde de 9 de Fevereiro, 12 sacos-ecoponto e quatro mini-ecopontos escolares na EB1/JI da Póvoa de Lanhoso. Esta acção, que compreendeu igualmente breves sessões de sensibilização ambiental, veio responder a uma solicitação ao Município por parte daquele estabelecimento, que, recentemente hasteou a Bandeira Verde Eco-Escolas.

Os equipamentos foram entregues pela Vereadora da Educação da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Gabriela Fonseca, e pelo Administrador da Braval, Pedro Machado, tendo sido recebidos com muito entusiasmo pelos mais novos, que aguardavam esta entrega com ansiedade. “Esta distribuição surge na sequência das preocupações ambientais do Município e do pedido da Escola, que encaminhei para a Braval. Esta é uma Eco-Escola e, para que possa separar os lixos e trabalhar nesse Projecto, solicitei mini-ecopontos para todas as salas de aula e para os espaços comuns desta Escola, assim que recebeu a Bandeira Verde. Esta entrega surge nessa sequência. Não foi tão rápido como eu esperava, porque não havia mini-ecopontos disponíveis”, explicou a responsável pela Educação. O Centro Educativo (CE) do Cávado, que abriu este ano lectivo, já está equipado com mini-ecopontos em todas as salas de aula, assim como outros estabelecimentos. A edil acredita que, com a construção dos outros CE, dentro de dois ou três anos a separação dos resíduos em todas as escolas do primeiro ciclo e Jardins de Infância do Concelho será facilitada, pois todas terão ecopontos junto dos Centros Educativos. Na actual situação, as pequenas escolas do concelho tendo mini-ecopontos têm  a missão mais dificultada por não terem ecopontos nas imediações da escola.

Primeira escola a receber sacos-ecoponto.

A EB1JI da Póvoa de Lanhoso foi a primeira escola da área de abrangência da Braval a receber os sacos-ecoponto. Trata-se de um kit composto por três sacos feitos de material resistente, de cores amarela, azul e verde, que se podem juntar ou separar através de molas e que são práticos para acolher os resíduos e para os transportar aos eco-pontos.

“A Braval e os Municípios têm uma interacção excelente. A Braval é para os Municípios e é para criar melhor qualidade de vida ambiental nesses seis Municípios. É ímpar, penso eu, que haja esta interacção entre os sistemas intermunicipais e municipais e as Escolas. Há dois anos, colocámos mini-ecopontos escolares em todas as escolas dos seis municípios e agora estamos a pôr em todas as salas, porque é com este saquinho que vamos chegar cada vez mais longe”, explica o Administrador da Braval, Pedro Machado, revelando que, para tal, basta solicitação das Escolas ou dos Municipios. “O Município da Póvoa de Lanhoso foi proactivo, solicitou esta colocação e nós, mais uma vez, disponibilizamos e espero eu seja mais uma vez o início de uma grande caminhada”. Com estas acções de sensibilização, com especial incidência junto das crianças, a Braval pretende chegar, em 2016, às 25 mil toneladas de vidro e papel e embalagens recicladas.

Separação a partir das salas de aula.

Os sacos-ecoponto foram distribuídos por cada uma das salas. A partir de agora a separação de resíduos começa de forma efectiva naqueles espaços da EB1JI da Póvoa de Lanhoso. Com um gesto simples, os mais novos podem depositar no saco respectivo os pacotes de leite tetra-pak que tomam ou as garrafas de água de plástico depois de vazias. Foram-lhes também explicadas as vantagens ambientais e económicas da separação e da reciclagem de resíduos. Os mini-ecopontos escolares entregues destinam-se aos espaços comuns.

Uma turma, a trabalhar o tema “Resíduos”, chegou a escrever à Vereadora da Educação, perguntando sobre a chegada dos mini-ecopontos, razão pela qual também foi a primeira a receber hoje esta novidade. “Desde o início do Eco-Escolas que entendíamos ser essencial separar os resíduos e dispor deste tipo de equipamentos nas salas para poder implementar de forma mais efectiva o Projecto. Esta entrega de ecopontos é, por um lado, uma demonstração de que quer a Braval quer a Câmara Municipal são parceiros da Escola neste Projecto e, por outro lado, é um incentivo para os miúdos continuarem a trabalhar no Eco-Escolas. Agora é utilizá-los”, sintetiza o coordenador da EB1/JI, Carlos Coelho.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *