Cultura, Marinha Grande

“História de Portugal em Verso” – Marinha Grande

“História de Portugal em Verso” é o mais recente livro editado pelo estabelecimento de ensino da Marinha Grande “Pátio da Inês”, cujo lançamento ocorreu no passado sábado, 5 de Fevereiro, na Biblioteca Municipal da Marinha Grande.

Perto de uma centena de pessoas lotou o Auditório onde decorreu a apresentação do livro, da autoria dos alunos do 4º ano do ano lectivo 2009/2010, que contou com a presença do Presidente da Câmara, Álvaro Pereira; da Vereadora da Educação e Cultura, Cidália Ferreira; da Directora do Pátio da Inês, Isabel Bonita; da professora Sónia Alexandra; dos autores dos versos; entre outras crianças, pais e familiares.

O Projecto nasceu do interesse da professora Sónia Alexandra e de 10 alunos do 4º  ano, pela História de Portugal e pelo gosto pela escrita, nomeadamente pela poesia.

Os autores dos versos são: Ana Carolina Pinto, Beatriz Rosado, Ema Gonçalves, Filipe Carvalho, Inês Sousa, José João Ferreira, Maria Ana Ramos, Mónica Catarino, Pedro Ferreira e Pedro Hugo Cardoso.

Um dos poemas deste livro foi galardoado com o 1º Prémio do Concurso Jovem Literário de Conto e Poesia da Marinha Grande, dinamizado no ano anterior pela Associação CISCO, com o apoio da Câmara Municipal da Marinha Grande e do Instituto Português da Juventude.

Incentivo aos jovens escritores

Na sessão de lançamento do livro, a Vereadora Cidália Ferreira louvou “o envolvimento dos alunos, poetas e historiadores de palmo e meio que cruzaram diversas áreas do conhecimento, como a História e a Língua Portuguesa, para reavivar memórias do percurso de tantos séculos do nosso País”.

Enalteceu “o trabalho da professora que acompanhou a sua turma do quarto ano, no ano lectivo 2009/2010, para que o resultado fosse aquele que hoje podemos ler e partilhar, bem como as demais pessoas envolvidas na elaboração do livro”.

Cidália Ferreira congratulou-se “registar que uma instituição particular de ensino do nosso concelho concretize este projecto e se envolva sempre de forma tão activa em diversas actividades não só para o seu estabelecimento de ensino, como para a nossa comunidade. Incentivo-vos a continuar a dinamizar o bom trabalho a que já nos habituaram”.

Para a autarca, “História de Portugal em Verso” “conta e reconta os feitos heróicos do nosso povo. Relata as nossas famas e insucessos, aquelas que fizeram dos portugueses homens de coragem e coração grande”.

Às crianças e jovens, “futuros Mulheres e Homens de amanhã, faço votos para que concretizem o desejo manifestado num dos vossos poemas:

«Talvez, qualquer dia

Um de nós entre na História

E poderá  ser lembrado

Por actos de glória».

A Vereadora terminou a sua intervenção lembrando que “o futuro da Nação será guiado pela vossa geração. Acreditem no vosso futuro e nunca esqueçam que ele é construído a cada dia”.

“Vontade de aprender e de criar”

A Directora do “Pátio da Inês”, Isabel Bonita, agradeceu aos dez “alunos escritores e artistas plásticos; pais; professora do 4º ano do ano lectivo 2009/2010; colaboradora Sabrina Marques; professora de Português, Celeste Francisco; professor de História, Bruno Lopes; e a todos os que de qualquer maneira colaboraram, tal como Paulo Rosado na parte editorial e à Câmara Municipal da Marinha Grande, representada pela ilustre Vereadora da Educação, Cidália Ferreira”.

A Directora salientou a qualidade dos poemas apresentados, bem como as ilustrações do livro, “que poderá ser visto como mais um recurso didáctico motivador do conhecimento”.

Na cerimónia, Isabel Bonita recordou que “se fez um desafio: desenvolver uma escrita para além daquela a que o quotidiano nos obriga”. Seguiu-se a pesquisa, a audição “de histórias e estórias, visitaram-se lugares com história, exploraram-se estímulos e desejos”.

Havendo “a vontade de aprender e de criar”, o grupo escreveu “e contou-se a Odisseia de um povo que se virou para o mar”. Por fim, Isabel Bonita salientou que “terminada a leitura, sentimos que tudo aquilo aconteceu, que nos pertence também, o bem e o mal, as pessoas os lugares e o tempo, o Futuro”.

A sessão contou com um momento musical ao som do Clarinete de Diogo Pedrosa. Os alunos-escritores declamaram alguns versos da história, deixando a mensagem a todos os participantes:

 “Talvez, qualquer dia

um de nós entre na História

e poderá  ser lembrado

por actos de glória!”

Seguiu-se a sessão de autógrafos com a degustação de um bolo (decorado com a capa do livro).

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *