Cantanhede, Cultura

II Ciclo de Concertos “Sons e Sentidos” realiza-se na Igreja Matriz de Cantanhede

No próximo dia 6 de Fevereiro, pelas 18.00 horas, arranca a segunda edição do Ciclo de Concertos “Sons e Sentidos”, na Igreja Matriz de Cantanhede, com a actuação da Orquestra Tutti Ensemble, de Coimbra.

A iniciativa, organizada pela Academia de Música de Cantanhede – Fundação Pires Negrão em parceria Paróquia de Cantanhede e com o Alto Patrocínio do Município, segue um modelo de organização que prevê a realização de um concerto por mês neste espaço histórico, com características acústicas e estéticas de excelência para a realização eventos musicais. Trata-se de uma mostra do trabalho de jovens músicos de diferentes agrupamentos musicais, instrumentais e corais, que irão apresentar um reportório musical variado, em seis sessões.

À sessão inaugural, já no próximo domingo, segue-se um espectáculo da Orquestra “Pizzicatos” da Academia de Música de Cantanhede e do Ensemble de Cordas do Conservatório de Música de Coimbra, no dia 6 de Março, pelas 18.00 horas. A Orquestra Juvenil dos Conservatórios Oficiais de Música actua em 15 de Abril, pelas 21.00 horas, e cerca de um mês depois, em 22 de Maio, pelas 18.00 horas, será a vez da Classe de Conjunto “O Canto e o Drama” do Conservatório de Música de Coimbra. Em 5 de Junho, pelas 18.00 horas, a Orquestra de Sopros, Coro e Percussão da Academia de Música de Cantanhede fará a sua actuação. O encerramento do Ciclo de Concertos será no dia 3 de Julho, também pelas 18.00 horas. 
 

Tutti Ensemble – Orquestra

Nascido em Outubro de 2002 na cidade de Coimbra, o Tutti Ensemble – Orquestra, constitui um espaço musical de aprendizagem, criatividade e desenvolvimento pessoal, com o objectivo de criar novas oportunidades e motivações para os músicos que nele participam.

O aperfeiçoamento técnico-instrumental e a vivência da música de conjunto são o compromisso sempre presente no seu desempenho enquanto Orquestra. O Tutti Ensemble é uma Orquestra aberta a todos os que, partilhando este espírito e objectivos, desejem ingressar e participar como músicos.

Em colaboração com a Escola Superior de Educação de Coimbra participou na realização do projecto MIAU, uma obra do compositor Victor Flusser, apresentado em Julho de 2003 e integrado na programação musical da Coimbra, Capital Nacional da Cultura 2003, e nos musicais “Vem ai o Zé das Moscas” (Junho de 2004) e “Musical Disney” (Junho de 2006), projectos dos alunos finalistas da variante de Educação Musical dos Cursos de Professores do Ensino Básico.

Tem realizado concertos com diversos coros da cidade de Coimbra tais como: o Grupo Coral de Santa Cruz (Natal de 2004); Coro da Escola Coral da Sé (Junho de 2005 e 2006); Coro dos Pequenos Cantores de Coimbra (Abril de 2006) e Grupo Vocal Ad Libitum (Maio de 2006, Março de 2007 e Julho de 2008).

Com o Grupo Coral de Santa Cruz participou, em 2005, na gravação de um CD comemorativo dos 25 Anos do Coro de Professores de Coimbra.

O Tutti Ensemble e o Coro Sinfónico das Beiras (coro constituído pelo Coral Polifónico de Santa Comba Dão, Coral Polifónico da Casa do Povo de Tondela e Coral Polifónico da Associação Canto e Encanto de Canas de Senhorim) têm mantido uma colaboração assídua que deu origem à concretização de concertos em Canas de Senhorim (Natal de 2005), Santa Comba Dão (Março e Dezembro de 2006), Tondela (Maio de 2006), Mortágua (Novembro de 2006) e Coimbra (Julho de 2008) integrado na programação das Festas da Cidade.

Em Abril de 2006, foi a orquestra residente do Curso de Direcção de Orquestra orientado pelo maestro Robert Houlihan (Irlanda), que se realizou no Troviscal na Escola de Artes da Bairrada.

Em Abril de 2007 e Maio de 2008 o Tutti Ensemble participou como orquestra residente nos I e II Curso Internacional de Direcção de Orquestra, organizados pela Escola de Artes da Bairrada e orientados pelos maestros Robert Houlihan (Irlanda) e Rodolfo Saglimbeni (Venezuela), tendo realizado os concertos de encerramento no Troviscal e em Coimbra.

Em Novembro de 2007, realizou um concerto em Coimbra integrado na programação do XV Festival de Música de Coimbra – FESMUC 2007.

Em Julho de 2008, participou nas Festas Cidade de Coimbra com um concerto realizado no Jardim da Sereia em Coimbra.

A convite do Centro de Saúde do Bairro Norton de Matos de Coimbra, realizou o “Concerto de Homenagem ao Médico de Família” (Março de 2009) e o “Concerto de Encerramento da Semana Mundial do Aleitamento Materno” (Outubro de 2009).

Obras de Mozart, Haydn, Beethoven, Schubert, Bach, Haendel, Debussy, entre outros, são o reportório de referência na actividade do Tutti Ensemble – Orquestra. 
 

João Ventura

Natural de Coimbra onde iniciou os seus estudos musicais, concluiu o Curso Superior de Violino na classe do professor Manuel Teixeira no Conservatório Nacional de Lisboa.

Lecciona as disciplinas de violino, viola de arco, classe de conjunto e música de câmara no Conservatório de Música de Coimbra, sendo orientador pedagógico dos estágios integrados do Curso Licenciatura em Ensino da Música da Universidade de Aveiro nas disciplinas de violino e viola de arco de 2003 a 2008.

Leccionou em diferentes escolas particulares de ensino artístico nos regimes de curso livre, curso articulado, curso integrado e curso profissional.

É maestro do Tutti Ensemble – Orquestra desde 2002 e desenvolveu a sua formação na área da direcção de orquestra através da participação nos cursos de direcção em Travassô 2003 e 2004, e Troviscal 2006, orientados pelo maestro Robert Houlihan.

Em 2007 e 2008 participou nos I e II Curso Internacional de Direcção de Orquestra orientados pelos maestros Rodolfo Saglimbeni e Robert Houlihan, organizados pela Escola de Artes da Bairrada, que se realizaram no Troviscal e em Coimbra, respectivamente.

Em Agosto de 2006 e 2007 frequentou a “Canford Summer School of Music” (Inglaterra) participando nos cursos “Practical Conducting” e “Conductors’ Course – 1” orientados pelos maestros George Hurst, Rodolfo Saglimbeni, Denise Ham e Robert Houlihan.

Em regime de curso livre, frequentou a Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo no Porto na classe de Direcção de Orquestra do maestro António Saiote, nos anos de 2007 e 2008.

Em Julho de 2008 e 2009 frequentou, respectivamente, o IV Curso de Direcção de Orquestra e o Curso Internacional de Arte Orquestral, em Aveiro, orientado pelo maestro Ernst Shelle, onde teve a oportunidade de colaborar com a Orquestra Filarmonia das Beiras e, do repertório trabalhado, dirigir em concerto o II andamento da Sinfonia nº 4 de Beethoven, e o III andamento do Concerto em ré, para violino de Tchaikovsky.

É maestro do Ensemble de Cordas do Conservatório de Música de Coimbra desde 2003.

Foi maestro da orquestra dos I, II, III, IV e V Estágios de Orquestra de Cordas do Conservatório de Música de Coimbra, realizados na Páscoa de 2005, 2006, 2007, 2008 e 2009.

No presente ano lectivo a Orquestra de Cordas do Conservatório de Música de Coimbra está também sob a sua orientação musical, tendo realizado obras de compositores como Handel, Gates, Berlin, Britten, Mozart, Haydn e Beethoven.

Professor de violino e classe de conjunto na Academia de Música de Cantanhede desde o ano lectivo 2007/2008, encontra-se directamente ligado ao Projecto Pizzicattos destinado a todos os alunos de violino, viola d’arco, violoncelo e contrabaixo, tendo por objectivo potenciar o esforço e trabalho desenvolvido nas aulas individuais de instrumento.

Em Março de 2009, em concerto do Tutti Ensemble – Orquestra, teve a oportunidade de apresentar um programa constituído por: Abertura Coriolanus de Beethoven, Concerto em Dó para violoncelo de Haydn e Sinfonia “Incompleta” de Schubert.

Em Junho de 2009, e integrado na Semana Cultural do Conservatório de Música de Coimbra, dirigiu a Orquestra Clássica do Conservatório com obras de Mozart, Abertura “D. Giovanni”; Haydn, Sinfonia nº 60 “Il Distratto”; e Beethoven, Sinfonia nº1.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *