Sociedade, Vila Real de Santo António

Zona comercial de VRSA terá mais estacionamento

A Assembleia Municipal de Vila Real de Santo António acaba de aprovar a abertura do procedimento que visa a construção de um parque de estacionamento coberto (silo) no centro da cidade. A zona comercial vila-realense será, assim, futuramente dotada de uma infra-estrutura que aumentará a sua atractividade comercial, incrementando o seu potencial económico.

Este equipamento virá responder à manifesta necessidade de aumentar o número de estacionamentos de viaturas que diariamente acorrem à cidade, permitindo, para além disso, que sejam disciplinados os estacionamentos nos espaços públicos que servem a cidade.

Foi encontrada, aliás, a melhor via para dotar a cidade desta infra-estrutura tão necessária. Isto porque, nos termos do procedimento, o investimento na realização deste projecto será levado a cabo sem quaisquer custos para a edilidade sendo que, simultaneamente, será conseguido um encaixe financeiro significativo.
 
Vindo responder a uma carência ao nível das infra-estruturas e equipamentos, esta aprovação insere-se no trabalho que tem vindo a ser feito no concelho no que diz respeito à disponibilização de cada vez melhores condições de comodidade, não só para os munícipes, como para os visitantes que se deslocam a Vila Real de Santo António para efectuar as suas compras.   É, de facto, objectivo da Autarquia dispor o centro da cidade de melhores condições competitivas e incrementar o seu nível de atractividade em termos comerciais.

Para o actual Presidente da Câmara, Luís Gomes, “será dado um passo decisivo para prover a cidade pombalina de uma importante infra-estrutura e para um ordenamento mais disciplinado do estacionamento nas ruas de Vila Real de Santo António. Futuramente, vamos poder receber ainda com melhores condições todos aqueles que se deslocam diariamente à nossa cidade, e que procuram uma zona comercial e de lazer de excelência”.
 
Recorde-se que, em 2002, quando o Partido Socialista presidia a Câmara Municipal, esteve para avançar um projecto semelhante. No entanto, não foram encontrados os meios técnicos e financeiros adequados para o desenvolver, visto que todos os custos teriam de ser suportados pela autarquia.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *