Évora, Sociedade

Segredos dos Perfumes desvendados no Convento dos Remédios – Évora

“Cultura dos aromas – origem da tradição dos perfumes no mundo antigo”, foi o tema da palestra proferida por Miriam Priscila G. Lopes Agostinho, no passado dia 14, no auditório do Convento dos Remédios, em Évora. 

A Câmara Municipal promoveu esta palestra que faz parte de um conjunto de “Arqueo-Conversas” que, ao longo de todo ano, irão animar aquele espaço duas vezes por mês, sempre às sextas-feiras, pelas 15 ou 16 horas, visando transmitir mais conhecimentos de áreas como a arqueologia, a história, a antropologia, entre outras, e também servir como um espaço de convívio informal, gratuito e aberto a toda a população. A próxima será a 28 de Janeiro, sobre “A Necrópole de Casa Branca”, com Telmo Silva e Tânia Casimiro. 

Um convívio informal à semelhança do que já acontece também com a tertúlia “Romãs ao Almoço”, realizada no bar do Convento dos Remédios em dias específicos, que consiste em conversas com convidados de diversas áreas sobre temas de considerável interesse geral, num ambiente descontraído em que o saber e o convívio são pontos chave. A próxima será no dia 27 de Janeiro, com uma escritora que vem falar do romance histórico. Para obter mais informações, pode contactar o arqueólogo municipal, através do e-mail arqueologia@cm-evora.pt ou do telefone 266 777 000 (extensão 1677). 

O tema do perfume, trazido por Mirian Lopes Agostinho, Mestre em História e Cultura Pré-Clássicas pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e também pastora da Igreja Evangélica Metodista Portuguesa (foi a primeira mulher metodista ordenada ao Presbiterado em Portugal) tem uma longa história que se perde nas brumas do passado mais remoto da Humanidade. 

A palestrante explicou que o perfume acompanha as sociedades desde há milhares de anos e já era referido na antiga Suméria, no antigo Egipto e na Índia, sendo os seus antepassados, anteriores ao processo de destilação, os unguentos aromáticos. O conceito “perfume” no mundo antigo era mais alargado, incluía plantas, árvores perfumadas e jardins, tendo uma íntima ligação ao sagrado, sendo mesmo meio de estabelecer conexão com o divino. 

Muitas curiosidades acerca dos perfumes foram desvendadas nesta palestra, onde foi mostrada a grande importância dos perfumes nas mais diversas áreas da vida das pessoas de outras épocas, sendo inclusive mencionados em diversas passagens da Bíblia, nomeadamente no Cântico dos Cânticos.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *