Póvoa de Lanhoso, Sociedade

Presidente da Câmara Municipal anunciou investimentos externos no Concelho – Póvoa de Lanhoso

O Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Manuel Baptista, revelou a abertura de uma empresa têxtil no Concelho, que irá criar cerca de uma centena de postos de trabalho, a partir de Março, com possibilidade de esse número ser alargado. O anúncio foi feito durante a sua intervenção no Simpósio “Desafiar & Investir no Coração do Minho”, promovido pela Câmara Municipal e pela Impulso – Associação Empresarial da Póvoa de Lanhoso, no passado dia 14 de Janeiro, sexta-feira.
 
Segundo o autarca Povoense, este investimento resulta de “um namoro com dois anos” entre a Câmara Municipal e aquela entidade empresarial, que envolveu negociações discretas. Manuel Baptista deu ainda conta de outros investimentos que empresas de fora (uma de Braga e outra de Espanha) irão efectuar no Concelho. “Isto é muito bom para a economia local. Todos juntos somos poucos para fazer aquilo que a Póvoa de Lanhoso merece”, salientou, pedindo também o apoio para as empresas já instaladas. “Não é só pensar que temos de trazer investimento, que temos de atrair empresas. Nós temos que acarinhar aquelas que, neste momento, existem pelas grandes dificuldades que atravessam”, referiu, de entre outras considerações.
 
Fomentar a actividade empresarial na região do Alto Ave, muito em especial, no concelho da Póvoa de Lanhoso; dinamizar, criar, desenvolver e/ou revitalizar o tecido empresarial local; estimular a cooperação inter-empresarial e incentivar ao investimento foram objectivos deste Simpósio “Desafiar & Investir no Coração do Minho”, que se realizou na Casa da Botica.
 
Contributos de especialistas.
O Eurodeputado José Manuel Fernandes, que fez uma “Apresentação empresarial das diferenças positivas do Alto Ave no contexto Europeu” e que apontou o cluster do ouro e o turismo como potencialidades para o território da Póvoa de Lanhoso, e Carlos Duarte da CCDRN, sobre os “Apoios comunitários disponíveis para a região”, foram também intervenientes. Este Simpósio reuniu ainda as participações de Gualter Morgado da Associação Empresarial de Paredes, que apresentou um “Caso prático de sucesso associativo/empresarial” e de Carlos Neves que falou sobre “Empreendedorismo”.
 
O Presidente da Impulso, Fernando Freitas, depois de dar a conhecer aquela entidade, apresentou um vídeo de síntese que traçou o diagnóstico do concelho em termos económicos, apresentando as suas diferenças positivas ao nível empresarial, os seus espaços empresariais e as características das suas empresas. “A maior parte dos pavilhões industriais está vazia, com duas ou três empresas e com pavilhões que nunca foram utilizados. Precisamos de promover estes espaços para atrair empresas”, destacou, de entre outros aspectos, pedindo aos presentes a colaboração na divulgação das potencialidades da Póvoa de Lanhoso.
 
Este momento de reflexão e de partilha contemplou um amplo espaço de debate e visou ainda, por parte das entidades organizadoras, informar da sua disponibilidade para apoiarem a actividade técnico-empresarial das empresas e investidores que pretendam investir no concelho.
 
Na plateia sentaram-se técnicos, empresários, estudantes e público em geral, interessado nesta matéria.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *