Póvoa de Varzim, Sociedade

Duas décadas de dedicação de Adelino Costa – Estelenses prestam homenagem – P. Varzim

A Estela prestou uma homenagem a Adelino Costa, antigo Presidente da Junta de Freguesia, um ano após o seu falecimento.
As iniciativas tiveram lugar durante a tarde de 16 de Janeiro, e contaram com uma missa em sua memória, a inauguração de um busto e do Centro Médico Adelino Costa.
As cerimónias contaram com a presença de José Macedo Vieira, Presidente da Câmara Municipal, bem como do restante executivo camarário, de Armandino Domingues, Presidente da Junta de Freguesia da Estela, e dos Presidentes de todas as Juntas de Freguesia do concelho.
José Macedo Vieira felicitou o povo da Estela por ter a ideia de prestar esta homenagem. “Com estes dois actos, busto e Centro Médico, iremos culminar uma ideia dele já antiga” referiu o edil acrescentando que “este edifício que ele idealizou e projectou, e também este busto, são a melhor forma de eternizar a sua memória no ambiente colectivo onde viveu praticamente toda a sua vida”. José Macedo Vieira afirmou que conhecia Adelino Costa há muitos anos e uma das facetas que admirava nele era a sua simplicidade, a sua sabedoria e a sua discrição mas, ao mesmo tempo, o facto de ser um homem lutador. “Sabia o que queria, tinha uma capacidade de luta que não era comum”, continuou. “Tinha a ideia que era capaz de transformar a sua terra e provocou de facto enormes alterações na freguesia. Projectava a obra na sua cabeça e era quase o construtor”, enunciou o edil.
José Macedo Vieira disse ainda que Adelino Costa “sabia sempre o que queria. Nunca projectou obras megalómanas. Só pretendia aquilo que era possível concretizar” e graças a este modo de pensar, “hoje a Estela, em 20 anos, passou quase do terceiro para o primeiro mundo”. E o autarca concluiu enunciando que o antigo Presidente da Junta era um “grande homem, homem simples, mas que deixou um grande legado para a freguesia da Estela”.
Daniel Bernardo, Presidente da Junta de Freguesia da Póvoa de Varzim, que tomou a palavra em representação dos Presidentes das Juntas de Freguesia do Concelho, começou por louvar a iniciativa da comunidade da Estela, que “sendo expressiva homenagem a Adelino Miranda da Costa, é também, e antes de mais, uma homenagem a todos vós”, através da qual “demonstrais que preservais e cultivais os valores, as referências éticas, que dão nobreza e sentido à vida em comunidade”. “O Adelino foi aquilo que ele fez, porque o Adelino era ele próprio, plenamente, em tudo. Se, sempre, ele se empenhou, de uma forma extrema, na resolução dos problemas das pessoas da Estela, fê-lo, e dessa forma, porque ele era assim: sensível, amigo, solidário”, referiu Daniel Bernardo, acrescentando que em “Adelino conhecemos sempre a pessoa disponível para ouvir, para compreender, para ajudar”.Armandino Domingues, actual Presidente da Junta de Freguesia da Estela, reconheceu que Adelino Costa fez, durante duas décadas, as obras necessárias ao desenvolvimento da freguesia, o que muito honra os estelenses, destacando a sua convicção e empenho notável. “O Centro Médico que hoje inauguramos, da autoria do arquitecto Rui Bianchi, era um dos projectos desejado e idealizado por Adelino”, revelou, adiantando que com esta nova estrutura, a população terá ao dispor serviços médicos, de enfermagem e outros cuidados de saúde. Para além disso, esta infra-estrutura servirá também de apoio ao Jardim-de-Infância Barros ao disponibilizar uma sala para as crianças que frequentem o prolongamento, acrescentou. Armandino Domingues afirmou que, pelo trabalho desenvolvido pelo seu antecessor, foi decidido em Assembleia de Freguesia que fosse criado um busto em sua homenagem num dos espaços que idealizou.
Manuel Loureiro, Presidente da Assembleia de Freguesia, afirmou que “com ele aprendi e cresci nas lides políticas ao longo de duas décadas. O seu carisma, o seu empenho e a sua capacidade de trabalho faziam dele o nosso líder. Hoje estamos aqui para homenagear o autarca que como Presidente da Junta esteve à frente dos destinos da Estela desde 1989 até Janeiro de 2010, ou seja, 21 anos”, continuou. O Presidente da Assembleia disse ainda que “Adelino soube usar os recursos económicos disponíveis, foi um gestor de recursos humanos exímio e transformou a freguesia da Estela que adoptou desde os 16 anos de idade. Recordamos com saudade a sua alegria de viver, a sua sabedoria adquirida na escola da vida e o seu jeito próprio de encarar os problemas”, referiu Manuel Loureiro.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *