Évora, Sociedade

Évora “apadrinha” Francelho

A Liga Para a Protecção da Natureza (LPN), com o apoio da Câmara Municipal de Évora, vai lançar no próximo sábado, dia 22 de Janeiro, uma campanha de apadrinhamento de francelhos, com o objectivo de criar uma nova colónia destas aves dentro do centro histórico de Évora, onde o Francelho já foi abundante, tendo desaparecido nos anos 40.   

O Francelho (Falco naumanni) é um pequeno falcão migrador, que está muito associado à presença humana e que acabou por desaparecer dos “nossos céus” em meados do século passado. Por isso, a Liga para a Protecção da Natureza (LPN-Alentejo) está a desenvolver um programa de reprodução de francelhos em cativeiro e o Centro de Estudos da Avifauna Ibérica (CEAI) irá lançar, no âmbito deste projecto a campanha “Apadrinhe uma cria e ajude na conservação do Francelho”.  

Este evento, que é aberto ao público, terá lugar este sábado, às 15h00, no Hotel Convento do Espinheiro. Nesta cerimónia, a unidade hoteleira anfitriã receberá o primeiro certificado de apadrinhamento do Francelho, enquanto o Presidente da Entidade Regional de Turismo, Ceia da Silva, abordará numa intervenção a importância da preservação da biodiversidade como factor de promoção turística da região. 

O apadrinhamento é uma forma da sociedade se envolver activamente na conservação ambiental, contribuindo para o sucesso do programa de reprodução e o restabelecimento desta espécie ameaçada em Évora. 

Este projecto tem como grandes objectivos:  

– Aumentar o número de casais de francelhos na região, contribuindo para a diminuição do grau de ameaça desta espécie;

– Contribuir para a redução do excesso de pombos existente no Centro Histórico de Évora;

– Aliar a conservação do património historico ao património natural, através da inserção desta espécie num percurso ambiental ao longo do aqueduto da Água de Prata.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *