Évora, Sociedade

Agrupamento dos Centros de Saúde reúnem-se em Évora

O Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Manuel Pizarro, presidiu na passada quinta-feira de manhã à primeira reunião do Conselho da Comunidade dos Agrupamentos de Centros de Saúde (ACES) Alentejo Central II, que teve lugar no Salão Nobre dos Paços do Concelho. 

Os Conselhos da Comunidade, presididos por um representante de uma das autarquias da área geográfica do ACES, são um dos novos organismos introduzidos pela reforma dos cuidados de saúde primários. O Conselho da Comunidade do Alentejo Central II é presidido pela Câmara Municipal de Évora. 

Durante a sua intervenção, a vereadora da Câmara Municipal de Évora, Cláudia Sousa Pereira, manifestou a sua satisfação por estar a participar na primeira reunião do Aces Alentejo Central II, o “que abre excelentes perspectivas para uma melhor articulação entre quem opta por uma determinada política na área da saúde e quem sairá beneficiário destas opções: os cidadãos”. 

O ACES Alentejo Central II é constituído por sete concelhos (Évora, Mourão, Reguengos de Monsaraz, Montemor-o-Novo, Portel, Vendas Novas e Viana do Alentejo) numa área total de 4500 quilómetros, abrangendo cerca de 120 mil utentes. 

O ACES é composto por representantes de cada município; do centro distrital de segurança social; das escolas ou agrupamentos de escolas; das instituições particulares de solidariedade social; da associação de utentes do ACES; das associações sindicais com assento na Comissão Permanente de Concertação Social; do hospital de referência; das equipas de voluntariado social e da Comissão de Protecção de Crianças e Jovens. 

Com os Conselhos da Comunidade, pretende-se aumentar a ligação dos cuidados de saúde primários aos cidadãos, centrando nestes, nas suas necessidades e aspirações, a actividade dos serviços de saúde. 

A presença deste membro do Governo visou assinalar a institucionalização da generalidade dos Conselhos da Comunidade, no âmbito da aceleração da reforma em curso. Nesta reunião, foram debatidos os problemas existentes e os planos de actividades para o ano de 2011.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *