Cantanhede, Cultura

Alunos do 1.º CEB assistiram a Estafeta de Contos – Cantanhede

Os alunos da EB1 da Sanguinheira e da EB1 e Jardim-de-Infância de Ourentã participaram numa jornada da Estafeta de Contos que decorreu na Biblioteca Municipal de Cantanhede, no dia 11 de Janeiro. Esta acção de promoção da leitura e da narração oral está integrada na décima primeira edição de Palavras Andarilhas que a Biblioteca Municipal de Beja – José Saramago tem vindo a promover desde há alguns anos e à qual aderiram 95 instituições de todo o país, designadamente Bibliotecas Municipais, Bibliotecas Escolares e Associações Culturais.

Iniciada em Setembro de 2010, a edição em curso prolonga-se até meados deste ano, período em as entidades envolvidas realizam intercâmbios de experiências através da realização de um conjunto de actividades de carácter lúdico-pedagógico centradas na leitura de livros em voz alta e na exploração da arte de contar.

Foi neste âmbito que os alunos da EB1 da Sanguinheira e da EB1 e Jardim-de-Infância de Ourentã assistiram na Biblioteca Municipal de Cantanhede, no passado dia 11 de Janeiro, a uma sessão da Estafeta de Contos dinamizada por contadores de histórias oriundos da Biblioteca Municipal da Mealhada. As técnicas da Biblioteca de Cantanhede participaram também no encontro e no final fizeram a dramatização do conto infantil Lily e a sua carteira de plástico roxa, da autoria de Kevin Henkes, a que se seguiu a leitura de textos de vários autores, designadamente António Torrado e Matilde Rosa Araújo.

No dia seguinte foi a vez da Biblioteca de Cantanhede fazer uma visita à Biblioteca Escolar da EB2 de Mira, para apresentar o mesmo conjunto de textos, desta vez para cerca de uma centena de alunos do 1º Ciclo do Agrupamento de Escolas de Mira.

Segundo o modelo de organização estabelecido pela Biblioteca Municipal de Beja para a Estafeta de Contos, no âmbito do programa Palavras Andarilhas, cada uma das entidades intervenientes recebe contadores de uma sua congénere e desloca-se também a outra instituição para realizar uma sessão de leitura ou dramatização de contos, de modo a fomentar o intercâmbio e a partilha de experiências no âmbito das funções culturais que lhes são comuns.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *