Marinha Grande, Sociedade

Comemorações do 18 de Janeiro de 1934 – Marinha Grande

A Câmara Municipal da Marinha Grande e o Sindicato de Trabalhadores da Indústria Vidreira organizam as comemorações do 18 de Janeiro de 1934, que decorrem de 7 a 31 de Janeiro, na Marinha Grande.

O objectivo é assinalar e homenagear os operários vidreiros que desencadearam o levantamento revolucionário armado, na Marinha Grande.

O programa é  o seguinte:

07 de Janeiro (6ª feira) | 21h30

Parque Municipal de Exposições 

Concerto de bandas:

Recenssorados

Meio Cru

Scarscythe

Pedro Salvador

Rubro

Arlindo dos Tachos

Espectáculo de Hip Hop

Organização: STIV

Apoio: CMMG

 
 

08 de Janeiro (Sábado) | 16h00

Sport Operário Marinhense

Inauguração de exposição sobre os acontecimentos do 18 de Janeiro 1934

Aberta ao público entre 08 e 15 de Janeiro

Organização: STIV

Apoio: SOM

De 10 a 31 de Janeiro | Átrio da Biblioteca Municipal da Marinha Grande

DIVULGANDO…

Como forma de assinalar a passagem de mais um ano sobre os acontecimentos do 18 de Janeiro de 1934, está patente no átrio da Biblioteca Municipal uma exposição de fotografias antigas, acompanhada de uma mostra bibliográfica de autores do concelho.

Organização: CMMG

 
 

15 de Janeiro (Sábado)

14h30 | Casa-Museu 18 de Janeiro de 1934 (início do percurso)

Passeio pedestre pelo percurso histórico, com interpretação do escritor Hermínio Nunes

14h30 | Casa-Museu 18 de Janeiro de 1934 (início do percurso)

Visita à Casa-Museu por activistas sindicais das regiões Norte e Sul

Organização: STIV

16h00 | Galeria Municipal da Marinha Grande (Edifícios dos Arcos – Jardim Stephens)

Inauguração da Exposição alusiva ao18 de Janeiro 1934 com trabalhos dos alunos da Escola Secundária Acácio Calazans Duarte (ESACD)

Aberta ao publico entre os dias 15 e 30 de Janeiro

Organização: ESACD

Apoio: CMMG

Espectáculo “Retratando o 18 de Janeiro de 1934”, pelo Grupo de Teatro do Sport Operário

Organização: CMMG

Apoio: Grupo de Teatro do SOM

 
 

17 de Janeiro  (2ª feira) | 20h30

Parque Municipal de Exposições

Jantar convívio com animação musical (inscrições até 10/01/2011, nas empresas junto dos delegados sindicais ou na Sede do STIV)

Espectáculo com o grupo musical “ÍNDIGO World Music” e actuação do grupo de cantares da ASURPI

Organização: STIV

Apoio: CMMG

18 Janeiro (3ª feira)

00h00 | Parque Municipal de Exposições

Salva de morteiros e fogo de artifício

Organização: STIV

Das 09h00 às 16h00

Visitas gratuitas à Casa-Museu 18 de Janeiro de 1934

Largo 18 de Janeiro de 1934, no lugar de Casal Galego, Marinha Grande

Organização: CMMG

09h30 | 10h30 | 14h00 | 15h00

Casa-Museu 18 de Janeiro de 1934

Actividade Educativa “Recordar o 18 de Janeiro de 1934”

Público-alvo: crianças dos 6 aos 10 anos de idade, a frequentar o 1º ciclo do ensino básico do concelho. Apresentação sucinta dos acontecimentos do 18 de Janeiro de 1934, seguida de atelier de desenho.

Actividade sujeita a inscrição prévia.

Organização: CMMG

Das 10h00 às 18h00

Visitas gratuitas ao Museu do Vidro 

Palácio Stephens, Marinha Grande

Organização: CMMG

10h00 | Cemitério de Casal Galego e Marinha Grande

Romagem ao cemitério de Casal Galego, seguindo-se para o da Marinha Grande, com deposição de flores nas campas dos prisioneiros que participaram no Movimento Operário do 18 de Janeiro de 1934  

Intervenção sindical de homenagem aos falecidos, proferida no cemitério da Marinha Grande

Organização: STIV

11h30 | Praça do Vidreiro

Actuação do Grupo de Percussão Tocándar

Cerimónia pública junto ao Monumento ao 18 de Janeiro de 1934, com intervenções sindicais

Organização: STIV

12h30 | Sede da ASURPI

Almoço comemorativo

Organização: ASURPI e STIV

14h30 | Sala Multimédia da Biblioteca Municipal da Marinha Grande

“ O 18 de Janeiro de 1934 na Marinha Grande”

Visualização do DVD com a reconstituição teatral dos acontecimentos do 18 de Janeiro de 1934, feita na Marinha Grande em 1998, sob a direcção e encenação de Norberto Barroca e que contou com numerosos actores e figurantes anónimos.

Organização: CMMG

14h30 |Oficina da Cultura ASURPI

Sessão de autógrafos pela escritora Júlia Guarda Ribeiro

Organização: ASURPI e STIV

16h30 | Sede da ASURPI

Matiné  Dançante e actuação do grupo de cantares da ASURPI

Organização: ASURPI e STIV

22 de Janeiro | (Sábado) | 21h30

Parque Municipal de Exposições

Espectáculo com o Grupo de Percussão Tocándar

Organização: STIV

Apoio: CMMG

Movimento operário contra regime

A 18 de Janeiro de 1934 ocorreu um levantamento revolucionário armado, na Marinha Grande, levado a cabo pelos operários vidreiros numa tentativa frustrada de acabar com as situações de perseguição, exploração e falta de trabalho que por várias vezes, nos últimos anos, os haviam atirado para a miséria e para a fome.

Num País acomodado à opressão salazarista, estes marinhenses lutaram contra as perseguições, desemprego e injustiças várias a que foram sujeitos durante décadas. Durante algumas horas, a Marinha Grande esteve nas suas mãos, até a revolta ser violentamente reprimida e os seus autores presos, muitos deles no Tarrafal.

No centro da Marinha Grande foi erigido um monumento evocativo da revolta, da autoria do escultor marinhense Joaquim Correia, aquando do 50º Aniversário da revolta.

A 18 de Janeiro de 2008, a Câmara Municipal da Marinha Grande inaugurou a Casa-Museu evocativa da efeméride, situada no Largo 18 de Janeiro de 1934, no lugar de Casal Galego, Marinha Grande.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *