Educação, Reguengos de Monsaraz

Investimento de 12 milhões de euros na modernização da Escola Secundária Conde de Monsaraz

A Parque Escolar E.P.E e a Direcção Regional de Educação do Alentejo realizaram ontem ao final do dia uma sessão de esclarecimento no Auditório Municipal de Reguengos de Monsaraz para apresentar as obras de modernização da Escola Secundária Conde de Monsaraz, num investimento de cerca de 12 milhões de euros. As obras avançam no início do próximo mês e têm um prazo de execução de 15 meses.  

O projecto de arquitectura foi produzido por uma equipa liderada por Alexandre Marques Pereira e prevê uma capacidade de 32 turmas para a Escola Secundária Conde de Monsaraz, que actualmente tem cerca de 500 alunos. A modernização do estabelecimento de ensino visa criar um novo modelo de gestão das instalações, garantindo uma optimização de recursos e uma correcta gestão da conservação e manutenção dos edifícios após a intervenção. 

A escola ficará  com núcleos destinados às aulas de ciências e tecnologias, artes, oficinas, Centro Novas Oportunidades, biblioteca/polivalente, área social/restauração, desportiva e de docentes/administrativa. Pretende-se assim que os vários edifícios funcionem como um edifício conjunto, com condições de funcionalidade, conforto, segurança, salubridade e adaptado às novas tecnologias, garantindo a sua durabilidade e sustentabilidade no tempo. 

As condições de segurança estão a ser acauteladas pelo que durante as obras vai existir uma comissão de segurança que reunirá quinzenalmente e que integrará a Parque Escolar, o empreiteiro, a direcção da escola e representantes dos encarregados de educação, tendo em vista a identificação e resolução de situações em que os trabalhos estejam a interferir no normal decurso das aulas. Não sendo possível evitar o excesso de ruído, ficou decidido que as demolições serão executadas em horários que não prejudiquem os alunos. 

José Calixto, Presidente da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, refere que este projecto “insere-se na modernização de todo o parque escolar do concelho, nomeadamente a requalificação profunda que está a ser executada na Escola Básica do 1º Ciclo da cidade, o novo jardim-de-infância e a nova creche já em funcionamento, assim como outras obras que foram ou vão ser efectuadas na Escola Básica Integrada e em escolas do 1º Ciclo nas freguesias”. O autarca sublinha que “a fasquia está elevada com um valor global de investimento de cerca de 14 milhões de euros, o que revela a importância dada à qualidade que se pretende para o parque escolar do concelho”.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *