Cultura, Póvoa de Varzim

Grácia Nasi – livro de Esther Mucznik apresentado na Póvoa de Varzim

No dia 11 de Dezembro, sábado, às 17h00, no Diana Bar terá lugar a apresentação do livro Grácia Nasi – A judia portuguesa do século XVI que desafiou o seu próprio destino de Esther Mucznik.
A sessão contará com a participação de Margarida Delgado.
Sinopse do livro:
A história judaica tem mulheres extraordinárias. Da matriarca Sara à sionista Golda Meir, muitas mulheres judias fizeram história. Grácia Nasi foi uma delas. Com um carácter intocável e uma personalidade de ferro moldada pelas agruras da vida, esta mulher não teve medo de desafiar homens, papas, reis e o seu próprio destino. Nasceu em 1510 em Portugal depois de a sua família ter sido perseguida e expulsa de Espanha. Contudo não seria em Lisboa que encontraria a tranquilidade desejada. Viúva aos 25 anos, herdeira de um império comercial e de uma incalculável riqueza cobiçada por todos, Grácia Nasi torna-se numa verdadeira mulher de negócios, assumindo o seu espírito pioneiro e empreendedor, traço marcante dos sefarditas judeus/cristãos novos. Grácia Nasi percorre o mapa da Europa, passando por cidades como Antuérpia e Veneza, até chegar ao Império Otomano, onde finalmente pode praticar a sua fé às claras, sem recear qualquer perseguição. É aí que se dedica a ajudar os seus correligionários a escapar à Inquisição, apoia o estudo e o ensino religiosos, bem como a edição de Bíblias e estende a mão aos mais necessitados.
Sobre Esther Mucznik:
Viveu em Israel e em Paris onde estudou, respectivamente, língua e cultura hebraicas e Sociologia na Sorbonne. Membro da direcção da Comunidade Israelita de Lisboa (CIL) desde 1992 e vice-presidente desde 2000. Fundou em 1994 a Associação Portuguesa de Estudos Judaicos e é desde então membro dos seus corpos dirigentes. É ainda redactora da Revista de Estudos Judaicos. É Coordenadora da Comissão Instaladora do Museu Judaico e membro da coordenação do Itinerário Europeu do Património Judaico, é co-fundadora da Associação Universos, Associação para o Diálogo Inter-Religioso e do Fórum Abraâmico de Portugal e Membro da Comissão de Liberdade Religiosa. É colunista desde 2002 do jornal Público e foi a co-coordenadora do Dicionário do Judaísmo Português. Estudiosa das questões judaicas, tem feito cursos e seminários sobre história e cultura judaica, liberdade religiosa e diálogo inter-religioso, e sobre Israel e o Médio-Oriente, tem participado em inúmeros colóquios em Portugal e no estrangeiro, tendo publicado cerca de cinquenta trabalhos sobre estas temáticas.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *