Cultura, Torres Vedras

Temporada Darcos 010 chega ao fim com o concerto Timbres – Torres Vedras

A Temporada Darcos 010 chega ao seu término com o concerto Timbres que se realiza no próximo dia 3 de Dezembro, pelas 21h30, no Teatro-Cine de Torres Vedras.

Recorde-se que a Temporada Darcos 010 é um ciclo de concertos que se têm realizado este ano maioritariamente no Teatro-Cine de Torres Vedras, interpretados pelo grupo de música de câmara Ensemble Darcos (dirigido pelo compositor e maestro torriense Nuno Côrte-Real) e para os quais são convidados comentadores e cantores líricos de reconhecido valor. De referir também que em dois desses concertos participou a Camerata du Rhône.

Em Timbres serão apresentadas três obras, três timbres, três cores: de Robert Schumann, que encarna o ideal e o espírito românticos, poeta da música, arte que com maior precisão transcreve para o mundo humano toda a imensidão da Natureza, de quem se apresentará uma obra brilhante, música da mais alta elegância movida por uma força misteriosa e selvagem; de Manuel de Falla, porventura o maior compositor espanhol de todos os tempos, de quem se interpretará uma peça carregada de pureza abstracta sem, no entanto, abandonar-se por completo a raiz cultural espanhola; e de Nuno Côrte-Real, de quem se dará a conhecer um trabalho de libertação e de espírito aventureiro.

No concerto Timbres o grupo Ensemble Darcos será constituído por: Nuno Inácio (flauta), David Costa (oboé), Fausto Corneo (clarinete), Johannes Lorstad (violino), Reyes Gallardo (viola), Filipe Quaresma (violoncelo) e Hélder Marques (piano).

De realçar que o violinista sueco Johannes Lorstad é chefe de naipe da Real Orquestra Filarmónica de Estocolmo e da Orquestra Mahler, duas das mais conceituadas orquestras mundiais.

O programa de Timbres é o seguinte:  

M. Falla (1876-1946)

Concerto para cravo (ou piano) e cinco instrumentos 

N. Côrte-Real (1971-)

     11 Desejos para violino e clarinete baixo, op.13 

R. Schumann (1810-1856)

Quarteto para piano e cordas em Mi b maior, op. 47 
 

O preço do bilhete para se assistir a este concerto é de 5 euros.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *