Sociedade, Vale de Cambra

Natal em 2010 em Vale de Cambra

A Câmara Municipal de Vale de Cambra sempre assinalou a quadra natalícia com projectos de qualidade que, ao longo dos anos, têm vindo a promover e a dinamizar o comércio local, bem como com diversas actividades, especificamente dedicadas ao público infantil e juvenil.

Este ano, a Autarquia continuará a promover os festejos da quadra, com significativos cortes orçamentais, mas igualmente vocacionada para duas prioridades do Município: por um lado, o comércio local, que nesta altura do ano aposta tudo para aumentar as vendas, e, por outro, para as Crianças. 

Como factor de dinamização e animação do Comércio Local, a Câmara Municipal de Vale de Cambra continuará a promover a Iluminação de Natal pelas principais artérias do Centro da Cidade, embora com uma redução de custos na ordem dos 20% em relação ao ano de 2009.

A Autarquia continua a apostar e a apoiar o comércio tradicional e as luzes acender-se-ão já no início do próximo mês de Dezembro.

A Câmara Municipal de Vale de Cambra festeja o Natal, como já é tradição com todas as crianças do Pré-Escolar e do 1.º Ciclo do Ensino Básico, promovendo para isso o Circo, no próximo dia 7 de Dezembro, onde será  entregue uma simbólica prenda de Natal. Esta actividade será levada a cabo com poupanças geradas em diversos outros programas. 

O Natal em Vale de Cambra será festejado no Concelho ainda com outras actividades, de índole cultural, como é o caso do Concerto de Natal já no próximo dia 18 de Dezembro, pelas 21h30 no Centro Cultural em Macieira de Cambra. Ao palco subirá a Banda Musical “Flor da Mocidade Junqueirense” e a entrada é livre.

Já no dia 19 de Dezembro, as ruas da Cidade alegram-se com uma iniciativa inédita: a Arruada de Natal que começa pelas 15h00 pelo centro da Cidade com os sons e melodias da Banda de Música de Vale de Cambra.

Entretanto, no Museu Municipal, em Macieira de Cambra, as portas abrem-se para mais uma vez apresentar a Exposição de Presépios de todo o País.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *