Cantanhede, Sociedade

Construção do edifício do “Gaveto” está em curso – Cantanhede

Está a decorrer desde há algum tempo a construção do edifício do “Gaveto”, no terreno que a Câmara Municipal de Cantanhede adquiriu para uma intervenção de fundo que inclui a correcção do alinhamento do topo norte do Largo Cândido dos Reis. A obra foi adjudicada pela autarquia por 845.281,21 euros e surge na sequência da aquisição de vários imóveis antigos, os quais foram entretanto demolidos em moldes que vieram criar condições para que fosse dado início à primeira fase da requalificação urbana daquela zona, conforme o previsto no Plano de Urbanização da Cidade de Cantanhede.

O processo contempla o alargamento da faixa de rodagem, já executado desde a altura em que foram demolidas as antigas construções ali existentes, tendo sido ainda criada uma passagem para peões com guarda metálica e alinhada na projecção dos passeios do Largo Cândido dos Reis, da Escola EB1 e do Largo Conselheiro Ferreira Freire, antecipando a construção do passeio definitivo quando o edifício estiver concluído.

Deste modo, o acesso ao núcleo urbano central de Cantanhede ficou muito valorizado, existindo agora uma ampla avenida ladeada por circuitos pedonais bem dimensionados, numa extensão de mais de 1 Km, sem haver locais de estrangulamento. Com o novo alinhamento efectuado no “Gaveto”, diluiu-se significativamente o congestionamento viário que se verificava naquela zona, em particular nas horas de ponta, e passaram a existir condições mais favoráveis à fluidez de trânsito e à circulação pedonal, desde rotunda de entrada na zona urbana da cidade até à Praça Marquês de Marialva.

Quanto ao edifício, este encontra-se na fase de execução da estrutura reticular de betão segundo um projecto que prevê a implantação do imóvel numa superfície de 844 m2 e em condições de integrar, do ponto de vista construtivo e arquitectónico, a construção de um segundo bloco numa segunda fase.

Inserido no programa de requalificação urbana de uma área nobre da cidade, o imóvel é constituído por um bloco de apartamentos com espaços comerciais no primeiro piso, alguns dos quais cedidos por permuta a comerciantes que antes ali exerciam actividade.

Concretiza-se assim o objectivo preconizado no Plano de Urbanização de Cantanhede relativamente ao “Gaveto”, local que constituía um problema urbanístico cuja resolução andava a ser discutida desde há várias décadas. A solução entretanto adoptada pelo actual executivo camarário cantanhedense representa, entre outras vantagens, um grande benefício, designadamente o que decorre da eliminação de um foco de constrangimento da circulação viária num local de confluência de várias ruas e que levantava dificuldades ao nível da circulação automóvel e da segurança dos transeuntes, uma vez que as fachadas dos imóveis demolidos estavam contíguas à via, sem que existisse qualquer passeio. 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *