Oliveira de Azeméis, Sociedade

Concurso capta últimas imagens históricas do parque La Salette – Oliveira de Azeméis

A Fundação La Salette (FLS) entregou os prémios aos vencedores da segunda edição do concurso de fotografia «O Parque de La Salette». A iniciativa registou a participação de 17 fotógrafos não profissionais que apresentaram mais de meia centena de trabalhos às quatro categorias que se encontravam a concurso. 
A temática incidiu na «Biodiversidade num parque urbano», aparecendo associada à decisão da Assembleia Geral das Nações Unidades de declarar 2010 o Ano Internacional da Biodiversidade. 
«O concurso de fotografia foi mais uma oportunidade para ser promover o parque de La Salette, na linha de outras iniciativas que são promovidas pela Fundação La Salette», afirmou Hermínio Loureiro, presidente da FLS.  
Segundo o dirigente da Fundação, «os concorrentes tiveram uma das últimas oportunidades de fazer o registo histórico da paisagem do parque uma vez que em 2011 este espaço verde vai entrar em obras no âmbito do seu projecto de requalificação ambiental onde serão investidos cinco milhões de euros». 
«São 10 projectos onde se destaca a criação do Centro de Interpretação do Vidro e do Centro de Visitantes, um novo parque de merendas, o aparecimento de uma nova mata a nascente e a requalificação do núcleo histórico», afirma o responsável da FLS.  
Nas categorias «Pormenores» e «Paisagem» o vencedor do concurso foi António Alves Tadim, de Moreira da Maia, com as obras «O abraço» e «Linha de descanso».  
A categoria «Colecções» distinguiu a fotografia «Ditado popular I, II e III», do oliveirense Tiago André de Abreu. O júri atribuiu o primeiro prémio da categoria «Há vida no parque» a Carla Alexandra Mota Santos, das Caldas de S. Jorge (Santa Maria da Feira) que venceu ainda uma menção honrosa na categoria «Paisagem».  
O júri premiou ainda com outra menção honrosa a fotografia apresentada por António Joaquim Marciano, da Maia, na categoria «Colecções». 
A categoria «Pormenores» foi a que registou maior número de obras concorrentes, seguidas das classes «Paisagem» e «Há vida no parque». 
Os vencedores do concurso, que teve como critérios de apreciação a qualidade, a originalidade e a estética das fotos, receberam peças em vidro produzidas pela oficina tradicional «Berço Vidreiro». 
Os prémios foram entregues no decorrer do magusto da Fundação La Salette, iniciativa que integra o plano de actividades da instituição que gere o parque da cidade de Oliveira de Azeméis.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *