Cultura, Odivelas

Adelino Gomes no “berço da revolução” – Odivelas

A Câmara Municipal de Odivelas continua a promover o Ciclo Conferências da Liberdade que, ao longo dos últimos tempos, tem trazido ao “berço da revolução”, personalidades que marcaram a história e as memórias do dia 25 de Abril de 1974. 
 
No próximo dia 25 de Novembro, o jornalista Adelino Gomes será nosso convidado, a partir das 15h, no Posto de Comando do Movimento das Forças Armadas, localizado no Regimento de Engenharia Nº1, na Pontinha.
 
A iniciativa Conferências da Liberdade visa sobretudo sensibilizar e dar a conhecer ao público escolar a história, o ensino e a aprendizagem de conceitos tão abrangentes como cidadania, democracia e liberdade.
 
A iniciativa está inserida no 12º aniversário do Município de Odivelas.
 
 
 Biografia
Adelino Gomes nasceu em Marrazes, Leiria, a 10 de Agosto de 1944.
Estudou Filosofia e Direito na Universidade de Lisboa, mas desistiu dos estudos em prol do jornalismo. Na imprensa escrita foi um dos fundadores do diário Público, onde foi director-adjunto e redactor-principal. Locutor da Rádio Clube Português, Rádio Renascença, da Deutsche Welle e director de informação e realizador na Radiodifusão Portuguesa. Na televisão foi repórter da RTP em 1975, tendo acompanhado acontecimentos como o 11 de Março de 1975, o início da guerra civil em Angola e a guerra civil em Timor, cujo dossier retomaria no jornal Público a partir de 1990. É co-autor do disco O dia 25 de Abril (duplo álbum com a reportagem sobre a revolução) e dos livros Portugal 2020 (1998), O 25 de Abril de 1974 — 76 fotografias e um retrato (1999), Carlos Gil – um fotógrafo na revolução (2004), As flores nascem na prisão, Timor-Leste – ano 1 (2004) e co-autor de Os dias loucos do PREC (2006).
Leccionou na Escola Superior de Comunicação Social (1975-1981), Escola Superior de Jornalismo do Porto (1986) e na Universidade Autónoma de Lisboa (1992-2002), foi formador no CENJOR – Centro de Formação Protocolar para Jornalistas e coordenou o Curso de Formação de Jornalistas e Animadores de Emissão da TSF.
Foi admitido à frequência de um doutoramento em Sociologia, no ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa (2004).
Entre Junho de 2008 e Julho de 2010 desempenhou o cargo de Provedor do Ouvinte da RDP, sucedendo a José Nuno Martins.
In wikipédia

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *