Cultura, Marinha Grande

“Jazz à Marinha” – Marinha Grande

O “Jazz à Marinha” realiza-se até 27 de Novembro, com concertos na Marinha Grande. A organização é da Câmara Municipal da Marinha Grande e pela ADCA – Associação de Desenvolvimento e Cooperação Atlântida. A entrada é gratuita.

A iniciativa está integrada nas comemorações do Centenário da República e traz alguns dos melhores músicos de Jazz em Portugal, desde o jazz contemporâneo e moderno ao jazz tradicional.

A programação é a seguinte:

20 Novembro | 22h00

Galeria Municipal – Edifício dos Arcos (Jardim Stephens)| Marinha Grande

Quinteto Pedro Nobre

Pedro Nobre – Piano; Jorge Reis –  Sax Alto e Soprano; Luís Cunha – Trombone; Francisco Brito – Contrabaixo; Pedro Felgar – Bateria

Sinopse |

Este Quinteto resulta do trio de piano Pedro Nobre com dois bons amigos, Jorge Reis e Luís Cunha, dois dos melhores músicos nacionais da actualidade.

O Trio Pedro Nobre existe desde 2009 e é composto por estudantes do curso de Jazz da Escola Superior de Música de Lisboa, estes músicos fazem parte activa da nova geração do Jazz em Portugal.

Depois de algumas sessões ocasionais, surge a oportunidade desta formação apresentar um repertório contemporâneo, com ambientes contrastantes e ousados.

27 Novembro | 22h00

Galeria Municipal – Edifício dos Arcos (Jardim Stephens)| Marinha Grande

César Cardoso Quinteto

César Cardoso ‐ Saxofone Tenor; Bruno Santos – Guitarra; Filipe Melo – Piano; Demian Cabaud – Contrabaixo; Bruno Pedroso ‐ Bateria

Sinopse |

Este projecto teve como base a criação de temas originais para esta mesma formação, temas que são representativos no jazz moderno que se faz hoje em dia, com os quais foi gravado o primeiro disco chamado “Half Step”. Esta música composta na totalidade por César Cardoso tem influências nacionais e internacionais, desde Mark Turner, Joe Henderson, Tom Harrell, Chris Cheek, Pedro Moreira, entre muitos outros. Teve o seu concerto de apresentação em 2009 no Teatro Miguel Franco (Leiria) passando pelo bar do Hot Clube de Portugal, entre outros.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *