Nazaré, Sociedade

Câmara da Nazaré lança Cartão Municipal

«Um projecto único e inovador» é como Décio Alves, do Banco Espírito-Santo (BES), classifica o Cartão Municipal da Nazaré, apresentado no auditório da Biblioteca Municipal a munícipes, comerciantes e jornalistas.
O Cartão Municipal, desenvolvido pela Câmara Municipal da Nazaré em parceria com o BES, servirá para identificação, gestão de acessos e pagamentos, de forma segura e cómoda, de vários serviços disponibilizados pela autarquia.
O sistema está já a funcionar nas escolas do concelho, para pagamento das refeições nas cantinas e refeitórios, abrangendo cerca de 1.300 utilizadores. Numa segunda fase, o cartão municipal agregará um vasto conjunto de serviços municipais, desde a utilização dos equipamentos desportivos aos transportes urbanos, passando pelas aulas de formação artística e desportiva e pela Biblioteca Municipal, entre outros.
«O principal objectivo é fazer uma gestão mais eficaz dos serviços prestados e evitar a multiplicação de cartões de identificação associados a cada um desses serviços», explicou o presidente da Câmara Municipal da Nazaré, Jorge Barroso. Paralelamente, permitirá ao utilizador uma maior comodidade e segurança nos pagamentos, que poderão ser efectuados através da internet ou por multibanco.
A segurança da sua utilização foi, aliás, uma das principais preocupações da autarquia, dado que vai ser usado por crianças. «O cartão não tem valor monetário, só pode ser traduzido em serviços», salientou o presidente.
Outra das vantagens deste sistema prende-se com a racionalização dos recursos físicos, materiais e humanos associados a cada um dos serviços municipais. «Será possível perceber quantas pessoas usam o quê e a que horas, melhorando a gestão dos recursos», referiu Jorge Barroso, destacando o carácter inovador do sistema. «Andámos a desbravar terreno com o BES, que nos apresentou a solução adequada às necessidades do Município. Não foi fácil encontrar um parceiro que quisesse investir neste tipo de soluções», sublinhou o autarca.
O espírito inovador do projecto foi também salientado pelo director-adjunto do Departamento Comercial Sul do BES. Décio Alves elogiou o «espírito inovador e empreendedor» da autarquia nazarena, considerando este projecto «um forte exemplo a seguir».
O Cartão Municipal poderá transformar-se em cartão multibanco personalizado, se o utilizador for ou quiser tornar-se cliente do BES, com acesso a vantagens em produtos e serviços bancários, bem como proporcionar descontos nos estabelecimentos comerciais da Nazaré que desejem lançar programas de fidelização, através do programa Rede+.
Os custos iniciais do projecto (emissão dos cartões, campanhas de adesão e outras acções de divulgação) são suportados por aquela entidade bancária. «O BES está a investir para ver como corre e como pode ser aplicado noutras autarquias», explicou Décio Alves, convicto de que «a Nazaré será um exemplo de sucesso».

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *