Desporto, Oliveira de Azeméis

Volta a Portugal em Oliveira de Azeméis teve retorno de dois milhões de euros

O retorno da passagem da 72ª Volta a Portugal em Bicicleta em Oliveira de Azeméis foi superior a dois milhões de euros, anunciou o presidente da autarquia, Hermínio Loureiro.
Segundo um estudo da empresa Cision, líder mundial em monitorização e análise de media, a autarquia «foi objecto de destaque nos órgãos de comunicação social em 305 notícias e 37 promoções publicitárias», com um «retorno efectivo» de 2,012 milhões de euros.
O estudo da Cision revela que 94 por cento do retorno foi conseguido através da «exposição mediática» da RTP, incluindo o programa «Há Volta» que foi visto por 320 mil espectadores, antes da chegada do pelotão a Oliveira de Azeméis.
A análise ao evento indica que «toda a informação veiculada no dia 05 de Agosto gerou 91 por cento do retorno global» e que no dia seguinte a autarquia «ainda capitalizou algum retorno motivado pelo rescaldo da etapa do dia anterior».
A imprensa, o meio onde foram veiculadas 168 notícias (57% da informação) e 28 promoções publicitárias, representou cinco por cento do retorno. A televisão, com mais de duas horas de exposição mediática, foi responsável por 96 notícias e nove promoções publicitárias. O evento mereceu ainda o destaque de 41notícias na rádio.
O estudo analisou 1600 meios de imprensa nacional, regional e especializada, 13 canais de televisão (RTP1, RTP2, RTPN, SIC, SIC Notícias, TVI, TVI24, Sport TV1, Sport TV2, Sport TV3, Porto Canal, RTM Madeira e RTP Açores) e seis estações de rádio (Antena 1, Antena 3, Renascença, Rádio Clube Português, Comercial e TSF).
«A visibilidade alcançada foi elevada dando a conhecer as potencialidades do concelho nos diversos sectores de actividade e com resultados muito positivos no comércio», afirma o autarca de Oliveira de Azeméis.
Segundo Hermínio Loureiro, «o evento não se esgotou no dia da chegada dos ciclistas» revelando «um grande impacto e um retorno elevado».
«A chegada da Volta foi importante para o município porque promoveu a imagem de Oliveira de Azeméis e a modalidade com a qual a cidade tem uma relação íntima quer através do malogrado ciclista Bruno Neves, quer através da escola de ciclismo com o seu nome», disse.
«Vamos continuar acolher a Volta no concelho porque é um evento fundamental para a dinamização do tecido económico e a para a promoção da modalidade», garantiu.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *