Cultura, Reguengos de Monsaraz, Sociedade

José Cid ajuda as crianças de Moçambique num concerto de solidariedade em Reguengos de Monsaraz

José Cid vai actuar num concerto de solidariedade para ajudar as crianças de Moçambique, no domingo, dia 14 de Novembro, pelas 21h, no Auditório Municipal de Reguengos de Monsaraz. Integrado na campanha “Ajuda-me a Sorrir, Mãe”, este espectáculo organizado pelo Município de Reguengos de Monsaraz visa angariar fundos e parcerias estratégicas que permitam colmatar dificuldades e apoiar as crianças desfavorecidas deste país de língua oficial portuguesa. O bilhete para o espectáculo tem um custo mínimo de cinco euros e a receita reverterá para a campanha “Ajuda-me a Sorrir, Mãe”. 

Actualmente, está  a decorrer em Reguengos de Monsaraz até ao dia 30 de Novembro uma campanha de recolha de material e equipamento escolar. Os pontos de recolha são no Gabinete de Acção Social da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, escolas básicas do 1º Ciclo do concelho, SchoolHouse e nas instalações do Pólo de Apoio à Família, Creche, Jardim-de-infância e Actividades de Tempos Livres da Santa Casa da Misericórdia de Reguengos de Monsaraz. 

A acção de solidariedade “Ajuda-me a Sorrir, Mãe” foi criada pela Embaixatriz de Moçambique em Portugal, Glória Mkaima e teve o apoio da autarquia desde o seu início, em Maio, em Reguengos de Monsaraz. Nessa altura, durante um jantar de solidariedade que juntou mais de 150 pessoas, José Calixto, Presidente da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, afirmou que ia pedir o apoio de todos os municípios portugueses para participarem na campanha.  

Até ao momento, aderiram as autarquias de Lisboa, Braga, Alfândega da Fé, Viana do Alentejo, Beja, Évora, Cabeceiras de Basto, Carregal do Sal, Castelo de Vide, Odemira, Montijo, Monção, Maia, Figueiró dos Vinhos, Entroncamento, Tavira, Ovar, Portalegre, Vila Velha de Ródão, Vila Real de Santo António, Ribeira Brava, Sabugal, Tabuaço, Setúbal, Santa Marta de Penaguião, Santarém e Santiago do Cacém. O material e mobiliário escolar, roupas e calçado, brinquedos e outros tipos de material já enviado pelas autarquias seguirão no próximo mês para a Embaixada de Moçambique para que chegue a este país no início do ano escolar, em Janeiro. 

José Calixto considera “esta campanha muito importante pois vai apoiar crianças que não têm quase nada e por isso tudo o que lhes pudermos dar vai contribuir significativamente para a sua educação e para que tenham um futuro melhor”. O autarca sublinha “o contributo e o apoio que municípios de todo o país têm dado a esta acção de solidariedade. Quero por isso agradecer o empenho dos autarcas e de todas as pessoas que têm colaborado pois está a ser uma excelente resposta e uma ajuda preciosa para as crianças de Moçambique”.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *