Sociedade, Vizela

“Marcha pela Inclusão” juntou 500 pessoas pelas ruas da Cidade de Vizela

Vizela juntou, ontem, cerca de 500 pessoas na “Marcha pela Inclusão”, promovida pela Câmara Municipal, em colaboração com o Centro Social Paroquial de Barrosas (Santa Eulália), e com a participação de diversas entidades, designadamente escolas, ipss’s e outras entidades locais com responsabilidades no combate à pobreza e à exclusão social.
A “Marcha pela Inclusão” começou no Parque das Termas e percorreu as principais artérias da Cidade, passando pela Rua Dr. Abílio Torres, Praça do Município (Fórum Vizela), Rua Nova do Fórum até à Rotunda da GNR, Rua 11 de Julho e Avenida Abade de Tagilde, terminando na Praça da República, onde decorreram várias actividades de animação apresentadas pelos participantes.
A actividade contou com a participação de várias entidades locais, nomeadamente Agrupamento de Escolas de Vizela, Centro Social de Santa Eulália, Colégio Vizela, Agrupamento de Escolas de Infias, Escola Secundária de Caldas de Vizela, Centro Social de S. Miguel, ACIV, Duodifusão e AIREV.
De destacar a participação na Marcha do Presidente da Câmara Municipal de Vizela e dos Vereadores Alberto Machado e Dora Gaspar. Dinis Costa destacou a importância destas iniciativas, nomeadamente para o ‘despertar de consciências para a problemática da Pobreza e da Exclusão Social’.
Também o Programa “Portugal no Coração”, da RTP, marcou presença neste evento, através da realização de três directos de exterior, onde foram entrevistados vários convidados, entre os quais o Presidente da Autarquia, Dinis Costa.
Esta iniciativa integrou-se num conjunto de campanhas informativas, que estão a ser promovidas também nos concelhos de Fafe, Guimarães, Póvoa de Lanhoso, Vieira do Minho e Vila Nova de Famalicão, no âmbito das comemorações do Ano Europeu do Combate à Pobreza e à Exclusão Social.
Estas campanhas, inseridas no projecto “Ave mais solidário”, têm como objectivo informar e sensibilizar para as problemáticas da pobreza e da exclusão social, com vista a uma maior compreensão e co-responsabilização pela resolução dos mesmos. Implicam a realização de actividades de carácter informativo, lúdico, de rua, cultural e artístico, tais como, sessões informativas, teatros, danças, músicas, exposições, marchas, reportagem-vídeo, banda desenhada, telas de pintura.
O projecto “Ave Mais Solidário” é promovido no âmbito Programa Nacional do Ano Europeu do Combate à Pobreza e à Exclusão Social 2010 (PNAECPES) e resulta de um trabalho de parceria entre Municípios do Ave e a REAPN, sendo objectivo geral do projecto, a promoção de uma sociedade mais coesa, solidária e responsável através da sensibilização do público para os fenómenos da pobreza e exclusão social.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *