Marco de Canaveses, Sociedade

2.ª Bienal da Pedra do Marco de Canaveses

Realizada pela primeira vez no ano de 2008, cujo sucesso merece ser recordado, a Câmara Municipal do Marco de Canaveses, a 2.ª edição, irá decorrer no próximo fim-de-semana, entre os dias 15 e 17 de Outubro, na Vila de Alpendorada e Matos.  

     O desenvolvimento do Concelho do Marco de Canaveses passa pela criação de sinergias que potenciem os recursos naturais, paisagísticos, culturais e humanos, preservando a ancestralidade dos seus costumes e tradições.

     Nestes pressupostos, cumpre à Câmara Municipal do Marco de Canaveses, face à actual conjuntura económica, incentivar a adopção de medidas e metodologias baseadas no desenvolvimento sustentado do tecido empresarial, criando condições que favoreçam a estabilidade de mercados e a criação e manutenção de postos de trabalho, gerando mais valias na economia local.

     Torna-se, igualmente, urgente dotar o Concelho de empresas com certificação de qualidade, como factor essencial para a sua afirmação, rumo às exigências do futuro.

     Tendo o Marco de Canaveses, nas suas freguesias do baixo Concelho, uma forte actividade no sector da extracção, transformação e comercialização de granitos e seus derivados, constituindo-se, como um recurso de suma importância no seu desenvolvimento económico e social, a Câmara Municipal do Marco de Canaveses tomou a iniciativa de promover, reconhecendo o êxito que foi a realização de 2008, a 2.ª edição da Bienal da Pedra, a ter lugar no próximo fim-de-semana, nos dias 15, 16 e 17 de Outubro.

     Ultrapassando a mera dimensão expositiva, esta iniciativa permite ainda a valorização desta região, criando dinâmicas de convivência com o maravilhoso património natural e paisagístico, destacando-se a envolvência dos rios Tâmega e Douro, a que se junta a recente instalação do Museu da Pedra do Marco de Canaveses, remetendo para a preservação das vivências e tradições ligadas à extracção da pedra desde tempos ancestrais, renovam o convite para uma viagem no tempo, onde a presença da pedra está intimamente ligada à evolução da humanidade.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *