Educação, Évora

Évora comemorou o Centenário da República

A comemoração do I Centenário da Implantação da República em Portugal foi assinalada em Évora com diversas iniciativas dinamizadas pela Câmara Municipal em conjunto com outras entidades e uma sessão extraordinária da Assembleia Municipal de Évora que culminou com o descerrar de placa e pela execução de “A Portuguesa”, pela Banda do Exército. 

Este dia festivo começou logo pela manhã com o “Passeio da Família” do Bike Évora, junto à Arena de Évora, tendo, pelas 13 horas, ocorrido a inauguração das novas instalações da Escola Secundária Severim de Faria que foi alvo de uma profunda requalificação.  

Após o descerrar a placa comemorativa, realizou-se uma cerimónia solene que contou com intervenções do Secretário de Estado da Energia, Carlos Zorrinho, do Presidente da Câmara Municipal de Évora, José Ernesto d’ Oliveira, do Director da escola, Carlos Percheiro e de representantes da DREA – Direcção Regional de Educação do Alentejo e da empresa Parque Escolar, responsável pela renovação/construção de um conjunto de 566 novos centros escolares (1º Ciclo do Ensino Básico e Educação Pré-Escolar) e 332 escolas secundárias por todo o País. 

Durante a tarde foi efectuada uma visita às obras do Centro Escolar de Canaviais que prosseguem a bom ritmo, prevendo-se que este novo estabelecimento de ensino entre em funcionamento já a partir do início do próximo ano lectivo. 

Seguiu-se a inauguração da exposição e lançamento da revista municipal “Évora-Mosaico”, dedicada ao Centenário da implantação da República centrada nos acontecimentos políticos e sociais e nos protagonistas que localmente contribuíram e depois institucionalizaram o novo regime.  

A mostra pode ser visitada nas instalações do Arquivo Municipal, localizado no edifício dos Paços do Concelho, com entrada pela Rua D. Isabel, onde decorreu o lançamento da revista que contou com intervenções por parte do Presidente da Câmara Municipal, do Presidente da Assembleia Municipal e do coordenador científico da exposição, José Frota. 

Uma sessão extraordinária da Assembleia Municipal de Évora teve lugar às 17 horas, no Salão Nobre dos Paços do Concelho para assinalar os 100 anos da implantação da República em Portugal e evocar também o republicanismo em Évora. 

A cerimónia iniciou-se com uma breve apresentação feita pelo Presidente da Assembleia Municipal de Évora, Capoulas Santos, e prosseguiu com uma dissertação evocativa do Centenário da Proclamação da República, pela Professora Maria Ana Bernardo, Professora e Investigadora da Universidade de Évora e membro do CIDEHUS – Centro Interdisciplinar de História, Culturas e Sociedade. 

Seguiram-se intervenções proferidas pelos representantes dos Grupos Políticos Municipais – BE (Amália Oliveira); PSD (Florival Pinto); CDU (Elmina Lopes) e PS (Cristina Barrenho), alusivas ao Centenário da República. 

Houve ainda a recriação do momento da Implantação da República por actores do Cendrev que deram vida ao telegrafista Vidal (Rui Nuno), que noticiou a implantação da República em Lisboa, e ao primeiro Governador Civil de Évora, Estêvão da Cunha Pimentel (Victor Zambujo) que, nos Paços do Concelho de Évora, anunciou o novo regime. 

No final do evento, a Banda do Exercito executou “A Portuguesa” e foi descerrada uma placa comemorativa do Centenário da República na fachada principal do edifício dos Paços do Concelho.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *