Portimão, Tecnologia

TEDxEdges estimulou em Portimão empreendedorismo criativo

No primeiro dia de Outubro, Portimão abriu as portas do TEMPO ao TEDxEdges – Tecnologia, Entretenimento e Design, grande espaço de troca de ideias e experiências inovadoras em torno da criatividade e da tecnologia, que juntou mais de três centenas de participantes. 

Naquele que foi considerado “um verdadeiro Spa de ideias” e que teve como temática de fundo os Novos Modelos Tecnológicos e de Desenvolvimento Económico para a região do Algarve, os oradores – entre artistas, empresários, professores e cientistas, oriundos de vários pontos do país e do estrangeiro – partilharam histórias inspiradoras, em áreas tão diversas como a poesia, a agricultura, novas formas de turismo, energias, videojogos ou música. 

Segundo André  Marquet, organizador do evento, “o objectivo foi o de aproveitar as ideias e a tecnologia e aplicá-las em projectos inovadores que possam contribuir para o desenvolvimento económico, apostando nas pessoas e na sua capacidade empreendedora.” 

Para o responsável, “a escolha do Algarve para acolher a iniciativa baseou-se na grande riqueza da região, porque além dos produtos turísticos tradicionais da praia e do golfe, tem um conjunto de grande desafios sociais e humanos e é preciso encontrar alternativas ao turismo, para fixar pessoas.” 

Manuel da Luz, presidente da Câmara Municipal de Portimão, considera que “a inovação, a criatividade e uma lógica empreendedora na política estratégica da gestão nas cidades já não é uma coisa do futuro, impõe-se no momento presente, nomeadamente por funcionarem como alavancas capazes de atrair mais investimento produtivo, gerador de riqueza e de emprego e este evento representa o claro objectivo de alavancar um movimento cultural de empreendedorismo e inovação.” 

“Queremos estar numa posição de charneira a trilhar este caminho e, por pretendermos criar no município uma estrutura funcional que mobilize e promova o empreendorismo e a captação de empresas, nomeadamente através de acções de apoio técnico, temos em curso a instalação do Centro de Empreendorismo de Portimão”, revelou o autarca. 

Soumodip Sakar, docente da Universidade de Évora e considerado um dos cem principais especialistas mundiais em inovação pelo World Economic Forum, sublinhou que “há no Algarve potenciais ainda muito mal aproveitados, com uma enorme capacidade de saída lá fora. Ocorre-me, em particular, o exemplo dos citrinos, com a laranja em plano de destaque. Trata-se de um mercado ainda por explorar, que tarda em ganhar o seu lugar no mundo.” 

“Outra área com um imenso potencial é o cluster do mar. Desde as actividades náuticas de lazer às energias renováveis, esta costa tem muito para oferecer, assim haja apostas decisivas e arrojadas nesse sentido”, disse Sakar. 

Na óptica de Ricardo Sousa, jovem empreendedor de 18 anos e fundador da empresa SwitchConf, “para todos os jovens algarvios, existem muitas e boas oportunidades fora das escolas, as quais têm que ser muito mais que um sítio onde se vai aprender coisas tantas vezes de pouca – ou nenhuma – utilidade.” 

“No caso das tecnologias – que é a minha área -, instituições como a Universidade do Algarve devem apostar no ímpeto criativo dos jovens, estimulando-os a avançar com os seus projectos, por muito arrojados que sejam”, sugeriu o jovem. 

O criador do Zmar – Eco Campo Resort, Francisco de Mello Breyner, reconheceu que a sua empresa, “onde o turismo é encarado de uma forma ambientalmente muito responsável, bem poderia ter sido concretizada no Algarve. Acredito plenamente que a região reúne as condições ideais para receber projectos desta dimensão e com estes objectivos, isto porque o turismo sustentado possui uma série de janelas de oportunidade no Algarve, sendo a criatividade o limite.” 

TED – Ideias que merecem ser espalhadas

 
O TED surgiu em 1984 como uma conferência anual na Califórnia e já  teve entre os seus palestrantes Bill Clinton, Paul Simon, Bill Gates, Bono Vox, Al Gore, Michelle Obama e Philippe Starck. O conceito TED (Tecnologia, Entretenimento e Desing) rapidamente se alastrou a todo o mundo, tendo a primeira edição portuguesa decorrido em Setembro de 2009, em Lisboa. 

Cerca de 500 das palestras estão disponíveis no site do evento, que já foram vistas por mais de 50 milhões de pessoas de 150 países.  

Em cada ano a organização elege um pensador de destaque a quem atribui uma verba de 100 mil dólares para que ele possa realizar “Um Desejo que Vai Mudar o Mundo”.  

Com quatro tipos de acções (TED Conference, TED Talks, TED Prize e TEDx), a organização pretende transformar em realidade o mote “ideias que merecem ser espalhadas”.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

1 comentário

  1. Neste evento TED, a assinalar a dinâmica e entusiamo suscitado por ideias inovadoras, experiências
    confirmadas de empreendedorismo que podem ser alargadas e até melhoradas, e a energia positiva
    que numa época de cinzentismo e de um certo desconforto, se gerou, passando a mensagem que está nas mãos de todos, ir para a frente, e não ficar à espera de Godot”.
    É preciso fazer que as coisas aconteçam com ousadia, risco, trabalho, trabalho e trabalho e enfrentando mesmo a possibilidade de falhar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *