Seixal, Sociedade

Autarquia lança campanha de sensibilização sobre dejectos caninos no espaço público – Seixal

A Câmara Municipal do Seixal assinala o Dia Mundial do Animal, que se comemora a 4 de Outubro, com a realização de várias iniciativas.
No âmbito das comemorações do dia, no Seixal arranca uma campanha integrada sobre dejectos caninos, pelo que este será o tema central das iniciativas, sempre sob o lema «Quando passeio o meu cão, tenho um saco sempre à mão».
 
Esta campanha destina-se a sensibilizar a população em geral, e em particular os donos dos cães, para os riscos associados aos dejectos caninos quando os mesmos são deixados no espaço público urbano (jardins, parques infantis e passeios), representando um grave problema de saúde pública e higiene urbana. Trata-se de um princípio de cidadania: respeitar e manter o espaço que é de todos!
 
Pretende-se, acima de tudo, sensibilizar os donos dos cães para que tenham sempre o cuidado de apanhar os dejectos do seu animal, colocando-os no contentor mais próximo.
Esta campanha integra um conjunto de iniciativas, como a apresentação de uma peça de teatro infantil pelo grupo Animateatro, centrada nesta temática, que se destina às escolas básicas do 1.º ciclo da rede pública de ensino. O espectáculo vai decorrer no dia 4 de Outubro, no Cinema de S. Vicente em Paio Pires, em duas sessões, uma de manhã às 11 horas e outra de tarde às 14.30 horas. Mais tarde, de Janeiro a Junho de 2011, a peça de teatro vai percorrer as escolas básicas das freguesias de Amora e Corroios.
Integram ainda este programa mais duas iniciativas a decorrer no Rio Sul Shopping. Uma exposição temática sobre questões relacionadas com animais, de 7 a 17 de Outubro, e ainda actividades de expressão plástica dirigidas aos mais novos. Estas actividades vão ser dinamizadas pelos Grupo de Voluntários do Canil/GatilMunicipal do Seixal e decorre a 9 e a 16 de Outubro.
A autarquia, desde há uma década, que trabalha em acções de sensibilização e desenvolve campanhas de comunicação com o objectivo de contribuir para a resolução deste problemática.
A presença de dejectos caninos na via pública traduz-se num problema sério de saúde, sendo que as crianças ficam sujeitas, sempre que entram em contacto directo ou indirecto com dejectos de animais nos espaços públicos. Nos parques infantis e nos jardins, as crianças tornam-se alvos vulneráveis, basta o contacto com a relva ou areia contaminada minutos antes por um animal, e o acto de levarem as mãos à boca torna-se a porta de entrada para a ingestão de ovos de parasitas ou de larvas, que aí permanecem durante meses.
É importante lembrar que as fezes de um cão alojam vírus, bactérias e parasitas perigosos para a saúde humana. Os dejectos de animais são veículos de várias doenças.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *