Cultura, Santa Maria da Feira

Implantação da República recriada por cerca de 500 actores e figurantes – Sta. Maria da Feira

Cerca de 500 actores e figurantes de colectividades do concelho de Santa Maria da Feira vão recriar, no dia 5 de Outubro, a partir das 15h00, no centro histórico da cidade, episódios ocorridos há cem anos atrás, no dia da Implantação da República. O espectáculo inicia com a recriação de um comício monárquico, seguindo-se uma reunião republicana, os primeiros relatos da vitória republicana, a proclamação da República em Santa Maria da Feira e a festa republicana. 

Esta iniciativa é organizada pela Câmara Municipal e coordenada pelo Grupo de Expressão Dramática de Escapães, em colaboração com o Centro de Cultura e Recreio do Orfeão da Feira, Grupo Cénico de Lourosa e Universidade Sénior de Santa Maria da Feira. Os seniores que participam nos diversos programas municipais vão estar também envolvidos como actores e figurantes. 

Cinco episódios, um século depois

Pelas 15h00, na escadaria da Igreja Matriz, será recriado um comício monárquico, que condena os assassinos do Rei e do príncipe herdeiro, e faz um elogio do regime dirigido pelo presidente do Conselho, João Franco. Um comício sem fervor por parte do povo e vigiado pelas forças policiais.

Pelas 15h30, junto à sede do Orfeão da Feira, será recriada uma reunião republicana para incentivar o fim da monarquia e dos desmandos dos partidos do poder. O povo percorre as ruas da Vila da Feira e ouvem-se rumores da revolução que se desenvolve em Lisboa.

Pelas 16h00, na Rua Dr. Vitorino de Sá (junto ao restaurante Santo Graal), surgem os primeiros relatos da vitória republicana. Os vogais da Comissão Republicana lêem a notificação oficial da proclamação da República e incentivam os presentes a dirigirem-se para a Câmara Municipal.

A recriação da proclamação da República está agendada para as 16h30, junto aos Paços do Município. Os republicanos, em grupo, forçam a entrada na Câmara e fazem retirar os monárquicos sob escolta popular. A bandeira monárquica é arreada e, de seguida, é hasteada a bandeira republicana.

Pelas 17h00, a festa republicana, na Praça da República, marca o encerramento desta recriação. Depois das intervenções de aclamação da República, canta-se “A Portuguesa”. 

“Passeios na Minha Terra”

Esta recriação realiza-se no âmbito do programa municipal “Passeios na Minha Terra”, direccionado para a população sénior do Concelho, cuja temática deste ano é o Centenário da Implantação da República. Nesta edição, os passeios integram visitas culturais ao concelho de Santa Maria da Feira, bem como ao Porto e a Lisboa, tendo sempre presente o tema da República, cuja implantação a 5 de Outubro de 1910 teve também os seus impactos no nosso Concelho.

Destes acontecimentos históricos destacaram-se republicanos oriundos de Santa Maria da Feira, tais como o fundador do Partido Republicano Português, Francisco Sousa Brandão, o presidente do Tribunal da Relação do Porto, Abel de Pinho, o presidente da Câmara e deputado Elísio de Castro, o deputado, presidente da Câmara Municipal de Lisboa e ministro Ângelo Sampaio Maia, o reitor da Universidade de Coimbra e ministro da Justiça, Guilherme Moreira, entre outros.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *