Sociedade, Trofa

Castro de Alvarelhos na Trofa monumento nacional desde 1910

A Câmara Municipal da Trofa, no sentido de fomentar a prática turística e a preservação cultural local, está a promover uma campanha de divulgação da história dos monumentos mais marcantes do Concelho. Uma iniciativa que coincide com as Jornadas Europeias do Património.
 
O Castro de Alvarelhos localizado na freguesia de Alvarelhos, na serra de Santa Eufémia, concelho de Trofa, está classificado pelo Estado Português como Monumento Nacional desde 1910.
 
O Castro de Alvarelhos, único monumento nacional do concelho da Trofa, desempenhou uma relevante função estratégica desde a Idade do Ferro, controlando um importante corredor terrestre.
 
Os vestígios mais antigos de ocupação humana deste local datam da Idade do Ferro, altura em que a área do povoado, situado na Serra de Santa Eufémia, era habitado por pastores e agricultores, mas o período de maior importância decorreu durante a ocupação romana.
 
Apesar de não se encontrar a uma altitude muito elevada, apenas 218 metros acima do nível do mar, o povoado, que se estende por uma área com cerca de oito hectares, ocupa uma importante posição estratégica na confluência dos limites dos concelhos da Trofa e Vila do Conde.
 
Na época romana passava por ali a via entre Cale (Porto) e Bracara Augusta (Braga), de que ainda existem alguns marcos miliários, mas a importância mantém-se actualmente, sendo aquela zona atravessada pela EN 14 (Porto/Braga) e A3 (Porto/Valença), mas também pela Linha do Minho, da CP.
 
O Castro de Alvarelhos começou a ser estudado em 1899 e, desde essa altura, sofreu várias intervenções, tendo as últimas escavações decorrido em 2008.
 
Apesar da estrutura do povoado ainda não estar completamente definida, sabe-se que tinha três muralhas defensivas, mas os investigadores admitem que possa ter ainda mais duas.
 
Na plataforma intermédia, são visíveis as estruturas circulares típicas da ocupação castreja, mas também indícios arquitectónicos da romanização, entre os quais algumas casas.
 
A localização do povoado junto de uma importante via romana e o valor dos objectos ali encontrados indiciam a relevância do local, que teve ocupação humana até à Idade Média.
 
Este facto é provado pelas ruínas de uma capela medieval, que terá sido a primeira Igreja de Alvarelhos, e consegue-se perceber onde terá sido a entrada principal, o acesso lateral e a zona do altar.
 
Nas ruínas já postas a descoberto é também visível o que deveria ter sido o espaço público nobre da localidade na época romana, delimitado por muros com pedra almofadada.
 
Para potenciar e preservar os vestígios do passado, a Câmara da Trofa já criou uma zona de visita ao Castro com percursos predefinido, para proteger e dar a conhecer este monumento.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *