Gondomar, Sociedade

Valentim Loureiro assinou protocolo com Ministra do Ambiente – Gondomar

Foram assinados, no dia 7 de Setembro, os protocolos de apoio à requalificação dos recursos hídricos. Os apoios destinam-se a 12 municípios – entre eles Gondomar. A verba destinada ao Concelho de Gondomar ultrapassa os 300 mil euros, valor a ser aplicado em intervenções de recuperação e requalificação do rio Tinto.

A cerimónia, realizada na Alfândega do Porto, contou com as presenças da Ministra do Ambiente e do Ordenamento do Território, Dulce Pássaro, bem como do Presidente da Câmara de Gondomar, Maj. Valentim Loureiro. 

Os protocolos assinados a 7 de Setembro visam, primordialmente, requalificar os recursos hídricos da região. A Ministra do Ambiente e do Ordenamento do Território, Dulce Pássaro, formalizou esta parceria entre a administração central e local (ao atribuir cerca de 750 mil euros a 12 municípios) com vista a serem garantidos os recursos hídricos na zona litoral e no interior da Região Norte.

A formalização dos protocolos, que se realizou na Alfândega do Porto, abarca as autarquias de Amares, Braga, Bragança, Gondomar, Guimarães, Macedo de Cavaleiros, Paços de Ferreira, Penafiel, Póvoa de Varzim, Vila do Conde e Vila Nova de Gaia.

O objectivo dos protocolos aponta para a intervenção em zonas reconhecidas como necessárias e urgentes. Intervenção que, foi realçado, permita, com eficiência, cumprir os objectivos de conservação e protecção dos recursos hídricos.

No caso específico de Gondomar, será  levado a cabo um conjunto de acções no sentido de reabilitar o rio Tinto. O investimento total desta obra é de cerca de 305 mil euros. O valor protocolado directamente com a Câmara Municipal de Gondomar ronda os 106 mil euros – aos quais se somam parcelas idênticas para a empresa “Águas de Gondomar” e para a Administração da Região Hidrográfica do Norte.

Para Valentim Loureiro, Presidente da Câmara Municipal de Gondomar, «esta é a prova inegável que todos os assuntos relacionados com o rio Tinto nos têm preocupado e merecem a nossa total atenção». «Agora, como se vê, e contrariando aquilo que alguns disseram e escreveram, fica demonstrada a preocupação que a Câmara Municipal de Gondomar tem para estas questões», realçou o autarca.

Valentim Loureiro destacou, também, que «desde que aconteceram as situações do Inverno passado, a Câmara de Gondomar tem prestado a estes assuntos uma muito especial e cuidada atenção». E, complementou, «nós somos políticos responsáveis, que querem obra feita… e não daqueles que optam por discussões públicas ou assuntos tratados “usando” a Comunicação Social!».

As acções de conservação e valorização, que foram seleccionadas no âmbito destas candidaturas, serão concretizadas em parcerias entre o Ministério do Ambiente e do Ordenamento do Território (através da Administração da Região Hidrográfica do Norte) e os 12 municípios em questão. «Este apoio às autarquias», considerou a Ministra do Ambiente, Dulce Pássaro, «constitui um bom exemplo do que pode ser a parceria entre a administração central e local».

Na referida cerimónia esteve também presente o Vice-Presidente da Câmara Municipal de Gondomar, José  Luís Oliveira. No final, a Ministra Dulce Pássaro anunciou ainda a criação de um programa “Polis Rios”, com vista a requalificar os rios de todo o país, revelando que o mesmo poderá avançar já em 2011.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *