Educação, Reguengos de Monsaraz

Novo jardim-de-infância de Reguengos de Monsaraz abre as portas no início do ano lectivo

O novo jardim-de-infância de Reguengos de Monsaraz vai começar a funcionar no dia 13 de Setembro. A obra, da responsabilidade do Município de Reguengos de Monsaraz, representou um investimento de cerca de 430 mil euros e tem capacidade para 125 crianças entre os três e os cinco anos de idade.

O jardim-de-infância vai estar aberto de segunda a sexta-feira entre as 9h e as 12h e das 13h30 às 15h30. Existirá também a Componente de Apoio à Família, uma valência que assegura os tempos livres das crianças com actividades diversificadas, como por exemplo a educação musical, e que terá um horário alargado entre as 8h e as 18h30, ocupando os intervalos em que o jardim-de-infância não estará a funcionar. Este equipamento tem cinco salas de aulas, uma sala polivalente, recepção, um gabinete para o pessoal docente e outro para o não docente, um gabinete de atendimento para pais e encarregados de educação e um espaço exterior com equipamentos lúdicos.

Para o correcto funcionamento desta infra-estrutura vão estar a trabalhar cinco educadoras de infância, cinco assistentes operacionais para o jardim-de-infância e quatro assistentes operacionais para a Componente de Apoio à Família. A autarquia contratou também um professor de educação musical e outro de natação para assegurarem as actividades extracurriculares.

O jardim-de-infância da cidade está integrado no novo Centro Escolar do 1º Ciclo de Reguengos de Monsaraz, o qual irá ainda contar com mais quatro salas de aulas na Escola Básica, uma nova biblioteca, requalificação da cantina e cobertura do polidesportivo. Junto ao centro escolar existe também uma creche que foi inaugurada este ano. O jardim-de-infância começa a funcionar no dia 13 de Setembro, estando já agendado o acto oficial de inauguração para o dia 5 de Outubro, data em que se comemoram os 100 anos da implantação da República em Portugal e que será assinalada com a abertura de uma centena de escolas no país.

José Calixto, presidente da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, considera que “é com equipamentos desta natureza que a autarquia consegue contribuir para a fixação da população, pois há que criar respostas sociais adequadas às necessidades reais das famílias”. O autarca acrescenta que “estas políticas aumentam a coesão social da nossa comunidade e são factores essenciais para evitar o despovoamento das localidades, construindo-se equipamentos que beneficiem todas as classes sociais e adaptados à evolução das relações sociais e familiares.”

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *