Estremoz, Sociedade

Praça de touros de Estremoz foi cedida temporariamente à Câmara Municipal de Estremoz

Foi assinado no passado dia 2 de Setembro o protocolo de Cedência Temporária da Praça de Touros de Estremoz, entre a Câmara Municipal, representada pelo seu Presidente Luís Mourinha, e o Centro de Bem Estar Social de Estremoz, representado pelos senhores Gonçalo Maria dos Santos Sepúlveda Rosado da Fonseca, José Ascenso Nunes da Maia e pelo Cónego Fernando Gonçalves Afonso.
Através deste protocolo, o Centro de Bem Estar Social cede o imóvel ao Município de Estremoz, por 25 anos e de forma gratuita, para que este último o possa recuperar e explorar durante esse período de tempo. As obras de recuperação serão integradas na Parceria para a Regeneração Urbana, que foi recentemente reprogramada, com o objectivo de poder vir a beneficiar de uma comparticipação de 80% pelos fundos comunitários, ao mesmo tempo que permitiu alargar a área de intervenção do programa para toda a área crítica de recuperação e reconversão urbanística (ACRRU) de Estremoz.
Inaugurada em 1904, a Praça de Touros de Estremoz foi palco de muitas figuras do toureio. Construída junto às muralhas da cidade e com características arquitectónicas muito própria, é um dos locais em que os Estremocenses mais têm orgulho, mas que, com tristeza, têm visto a degradar-se nos últimos anos, facto que originou o seu encerramento.
Este protocolo representa o primeiro passo para que Estremoz volte a ter a sua centenária Praça de Touros, que em tempos era pequena para acolher todos os aficionados que ali se deslocavam em datas tradicionais, como o 25 de Julho (Feira de Santiago) e o primeiro Domingo de Setembro (Festa da Exaltação da Santa Cruz).
A Câmara Municipal de Estremoz está a trabalhar para que os Estremocenses recuperem mais esta tradição.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *