Desporto, Sintra

Nevoeiro intenso atrasa 3º dia do Sintra Portugal Pro 2010

Para hoje estava previsto um longo dia em termos de competição no Sintra Portugal Pro 2010, mas nada disso aconteceu. A manhã da Praia Grande acordou com um intenso nevoeiro que por momentos desapareceu, o que ainda deu tempo para que a categoria Feminina fosse à água para os trials, seguidos pelas seis baterias do 5º round Masculino.

Nos trials Femininos, as três atletas portuguesas presentes acabaram eliminadas. Carina Carvalho, Mariana Machado e Maria Lourenço não se mostraram capazes de fazer frente às suas adversárias e foram para casa mais cedo. Já no escalão Masculino, também se verificaram algumas baixas de peso entre os bodyboarders portugueses, pois tanto Gastão Entrudo, como Francisco Pinheiro saíram derrotados, juntamente com Nelson Vaz. Melhor prestação tiveram, por sua vez, Gonçalo Silva e Rui Ferreira, que arrecadaram, respectivamente, as primeira e segunda posições no heat 37 do 5º round e já têm lugar garantido na próxima fase.

Pouco depois, o nevoeiro intenso voltou e a organização do Sintra Portugal Pro 2010 decidiu uma vez mais interromper a competição na esperança de que a neblina desaparecesse em breve. Tal não aconteceu e, para já, os bodyboarders continuam a aguardar até que a situação se altere.

Entretanto, os atletas foram convocados para um check-in às 18h00, pois as ondas estão excelentes, e, não fosse o intenso nevoeiro, o espectáculo estaria garantido neste terceiro dia de prova.

Com um prize money total de $60 000 (mais $5000 para o Dropknee), esta prova continua a ser a mais premiada e concorrida de todo o Circuito Mundial de Bodyboard.

Importa ainda salientar que esta que é a 5ª etapa do Mundial de Bodyboard de 2010 integra desde 2009 o circuito Grand Slam, competição paralela criada pela IBA – International Bodyboarding Association (www.ibatour.com) que contribui com maior pontuação para o ranking e à qual apenas ascendem provas consideradas de destaque em termos de qualidade das ondas, excelência da organização, prize money e relevância histórica. 
 
O Sintra Portugal Pro 2010, que vale 2000 pontos para a categoria Masculina e 1500 para  Feminina, tem como prime sponsors a Câmara Municipal de Sintra, o Turismo de Portugal, o Turismo de Lisboa, o Instituto do Desporto de Portugal e a Sumol, contanto ainda com os apoios da Associação Portuguesa de Bodyboard, da International Bodyboard Association, da WaterX e da Eastpak.

Os media partners são a MEGA FM, a RTP, a Ride It e a OceanLook. 
  

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *