Desporto, Sintra

Sintra Portugal Pro 2010 – 5ª Etapa do Circuito Mundial de Bodyboard

Arrancou na manhã de ontem o Sintra Portugal Pro 2010. Na sua 15ª edição consecutiva a ter lugar na Praia Grande, esta que é a mais importante e concorrida prova do calendário do Circuito Mundial de Bodyboard volta a contar com centenas de atletas inscritos, fazendo jus à sua fama de etapa incontornável para os grandes nomes da modalidade.
Desta feita, o Sintra Portugal Pro contabilizou este ano mais de 180 inscrições, um total aproximado do registado na edição anterior, mas que, na opinião dos responsáveis da Federação Portuguesa de Surf, traduz um certo amadurecimento e estabilidade da prova quanto a participantes.
“Consideramos esta afluência de bodyboarders nacionais e internacionais bastante positiva, essencialmente dada a actual conjuntura económica; que até poderia ter sido uma condicionante, mas efectivamente não foi”, fizeram questão de frisar durante a cerimónia de apresentação que decorreu esta tarde na Praia Grande.
Além deste total considerável de atletas inscritos na edição de 2010, há ainda que destacar a alargada participação de bodyboarders australianos, mais de 20, que se juntam a outras nacionalidades pela primeira vez presentes no Sintra Portugal Pro, nomeadamente um húngaro, um irlandês e um israelita, estreias internacionais que, aliás, revelam o enorme alcance desta etapa.
Feitas as contas, vão então marcar presença no Sintra Portugal Pro 2010 os mais reconhecidos bodyboarders mundiais, entre eles Jeff Hubbard, Mike Taylor, Ben Player, Ryan Hardy, Damian King ou Guilherme Tâmega, nomes sonantes da modalidade que terão pela frente atletas nacionais como Hugo Pinheiro, Manuel Centeno, Silvano Lourenço, Gastão Entrudo, Rui Pereira, entre muitos outros com provas dadas nas mais exigentes competições.
Quanto à categoria Feminina, saliente-se que este ano foi notado um aumento recorde do número de inscritas, sendo certo que vamos assistir não só às melhores manobras de Rita Pires e de Catarina Sousa, vencedora do Sintra Portugal Pro 2009 e a primeira portuguesa a atingir esse feito em todo o historial da prova, bem como de  Ana Adão, Teresa Almeida, Maria Lourenço, Mariana Machado, estas quatro últimas atletas em representação do escalão Sub-18, outra das estreias registadas no Sintra Portugal Pro.
Já no que se refere ao Dropknee, cujo wild card de 2010 foi atribuído a Renato Paço, este ano também foram superadas todas as expectativas; enquanto em 2009 se contabilizaram 27 inscritos, este ano teremos quase 40 atletas na água a lutar pelo título de Sintra.
Recordem-se igualmente os restantes wild cards atribuídos para esta edição – Diogo Silva (líder do ranking BB Esperanças Sub-18) e Pedro Silva (1º lugar do ranking BB Esperanças Sub-16), e também Madalena Pereira (a liderar o ranking BB Sub-18 Feminino) e Ana Adão (actual campeã europeia Sub-18 Feminino).
Com um prize money total de $60 000 (mais $5000 para o Dropknee), esta prova continua a ser a mais premiada e concorrida de todo o Circuito Mundial de Bodyboard.
Importa ainda salientar que esta que é a 5ª etapa do Mundial de Bodyboard de 2010 integra desde 2009 o circuito Grand Slam, competição paralela criada pela IBA – International Bodyboarding Association (www.ibatour.com) que contribui com maior pontuação para o ranking e à qual apenas ascendem provas consideradas de destaque em termos de qualidade das ondas, excelência da organização, prize money e relevância histórica.

O Sintra Portugal Pro 2010, que vale 2000 pontos para a categoria Masculina e 1500 para  Feminina, tem como prime sponsors a Câmara Municipal de Sintra, o Turismo de Portugal, o Turismo de Lisboa, o Instituto do Desporto de Portugal e a Sumol, contanto ainda com os apoios da Associação Portuguesa de Bodyboard, da International Bodyboard Association, da WaterX e da Eastpak.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *