Cultura, Portimão

Museu de Portimão integra rota de cruzeiros

O Museu de Portimão  vai integrar o roteiro cultural de todos os navios de cruzeiros da companhia Windstar Cruises que aportarem à cidade durante o próximo ano, estando desde já asseguradas as visitas aos seus passageiros.

Depois dos protocolos já estabelecidos com algumas das maiores cadeias hoteleiras e com o INATEL, o acordo agora estabelecido entre o Município de Portimão e a empresa reforçará o impacte positivo do Museu na atracção de turistas para a cidade e surge da importância que tem vindo a conquistar enquanto equipamento cultural de referência, captador de turistas e visitantes e, consequentemente, como gerador de receitas e dinamizador da economia local.

O constante aumento de escalas no Porto de Cruzeiros de Portimão tem estimulado decisivamente a atractividade do município em termos turísticos, com a procura por parte dos visitantes de muito mais que apenas sol e praia, uma vez que o turista de cruzeiros caracteriza-se por desejar conhecer melhor a realidade sociocultural dos destinos por onde passa, em particular visitando museus, monumentos e espaços históricos.

Situado na foz do rio Arade, o principal elemento identificador do Museu reside na reconversão bem sucedida de uma antiga fábrica de conservas de peixe em estrutura museológica que reproduz a rica herança desta indústria, durante largas décadas tão importante em termos socioeconómicos para a população activa de Portimão.

Inaugurado em Maio de 2008, em apenas dois anos de funcionamento este equipamento municipal recebeu duas distinções nacionais e outras duas internacionais, com destaque para o importante Prémio Museu do Conselho da Europa 2010.

Na origem desta prestigiante distinção do European Museum Forum está o trabalho realizado em prol da melhoria qualitativa das exposições e das colecções do Museu de Portimão, com destaque para a exposição permanente “Portimão – Território e Identidade”, que traça a interacção do homem com o meio ambiente durante um período de cinco milénios, tendo sido realçada também a extensão e qualidade do seu programa educativo, em benefício da comunidade.

A arqueologia subaquática desempenha outro papel de relevo, através de uma extensa colectânea de apetrechos recuperados do fundo do rio Arade em sucessivas campanhas, que trabalharam sobre embarcações representativas de diversas civilizações.

Também merecem uma atenção muito especial a vida e obra de Manuel Teixeira Gomes, exibindo-se um importante acervo de objectos pessoais deste estadista e escritor natural de Portimão, de quem o Município está este ano a comemorar o 150º aniversário.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *