Desporto

Jose Herrada consegue vitória certa em Lamego

O espanhol da Caja Rural, Jose Herrada, de 24 anos, natural de Cuenca, conquistou, esta terça-feira, a 5ª etapa da 72ª Volta a Portugal Lagos Sports. Há 20 anos que a Volta não fazia uma chegada em Lamego. Herrada atacou no momento certo, ganhou terreno e depois soube gerir a diferença de modo a assegurar o êxito, que escapou ao italiano Emanuele Sella (Carmiooro) e ao russo Vladislav Borisov  (Amore&Vita), os principais protagonistas da fuga que animou o percurso de 172,4 Km, entre Fafe e Lamego. 

David Blanco (Palmeiras Resort-Prio) manteve a camisola amarela, Oleg Chuzdha (Caja Rural) continua líder da montanha e Ricardo Vilela (Madeinox/Boavista) manteve o 1º  lugar da Juventude. Sérgio Ribeiro (Barbot-Siper) chegou à camisola branca dos pontos por troca com Cândido Barbosa (Palmeiras Resort-Prio). Colectivamente a equipa de Tavira, o Palmeiras Resort-Prio está firme no primeiro lugar por equipas. 

“Foi uma etapa muito difícil, nos últimos quilómetros tive de dar tudo, olhei para trás várias vezes porque sabia que o pelotão estava perto”, explicou emocionado o jovem José Herrada que está a fazer a Volta a Portugal pela segunda vez. Logo depois acrescentou: “A prova está a correr bem para a nossa equipa, já ganhámos duas etapas e lideramos a classificação geral da montanha com o Oleg Chuzhda” . 

Muita gente a querer fugir 

O calor sufocante que se fez sentir bem cedo nesta etapa de recomeço da Volta, após o dia de repouso, não impediu os corredores de, logo nos quilómetros iniciais, imprimirem à corrida um ritmo trepidante, que se traduziu na média de 44,2 Km/h, na primeira hora. Para esta velocidade contribuíram vários ataques em que se envolveram numerosos grupos, certamente estimulados pela primeira contagem de montanha e pelas que se seguiram alternadas com as metas volantes. 

De nove sobram dois 

A seguir à  vitória de Sérgio Sousa (Madeinox/Boavista) no alto de Lameira, de 3ª Cat., e depois de anuladas fugas de grupos com mais de uma dezena de corredores, o ucraniano Oleg Chuzhda (Caja Rural), passou em primeiro lugar na contagem de 3ª cat., em Santa Eulália, para logo a seguir se formar na dianteira um grupo de nove fugitivos que na meta volante de Paredes do Alvão, ganha pelo russo  Vladislav Borisov (Amore&Vita), tinham cerca de dois minutos de vantagem. O ritmo manteve -se elevado e no ataque ao alto do Guilhado, de 3ª cat. (Km. 71), onde o italiano Emanuele Sella (Carmiooro) se adiantou ao russo Vladislav Borisov (Amore&Vita) os dois acabaram por se escapar aos colegas de fuga, registando então a cem quilómetros da meta uma vantagem de 4m 20s para o pelotão. 

Aliança italo-russa fracassa 

Italiano e russo estabeleceram uma boa aliança da qual vieram a colher bons fruto e o primeiro a fazê-lo foi o russo ao vencer a meta volante de Alijó (Km. 108,1) para, mais adiante, a estrada se juntar ao rio Douro, precisamente na altura em que por ali navegava um barco carregado de turistas que não regatearam aplausos aos corredores. A diferença dos dois fugitivos para o pelotão era, nesse momento, de 3m 15s enquanto o par de perseguidores perdia Hugo Sabido (LA-Rota dos Móveis), mas o italiano Matteo Rbottini (Lampre) recebia a companhia de Pedro Lopes (CC Loulé).  

  Caja Rural reagiu a tempo 

A média baixou ligeiramente ao mesmo tempo que a vantagem dos dois fugitivos foi diminuindo para, a 30 Km de meta, se situar a pouco mais de um minuto, sinal inequívoco de que o esforço do russo e do italiano, estava condenado ao fracasso. E foi o que sucedeu. Os dois fugitivos claudicaram ficando a comandar a corrida o espanhol Jose Herrada (Caja Rural) que, depois de ser o primeiro no alto de Armamar (2ª cat.) e na meta volante de Parada do Bispo, veio a manter a diferença que, embora traduzida em escassos segundos, lhe valeu o triunfo em Lamego. 

Mais Fotografias, Declarações Áudio e Informações em

http://volta-portugal.com/etapas/phps/noticias.php?etapa=5 
 

Subindo para a Guarda, a mais alta de Portugal 

A 6ª etapa da 72ª Volta a Portugal Lagos Sports vai ligar esta quarta-feira Moimenta da Beira a Castelo Branco. Será a mais extensa desta edição e marca a estreia de Moimenta no mapa da Volta. Serão 221,1 quilómetros com uma única contagem de montanha de 3ª categoria, na passagem pela Guarda (Km. 79,8), e metas volantes em Trancoso (Km. 36,9), Sabugal (Km. 109,3) e Castelo Branco Km. 191,8) seguindo-se, de imediato, a primeira passagem pela meta, altura em que faltarão apenas 18,2 Km para o final da etapa. 

A partida simbólica será dada junto ao Pavilhão Municipal de Moimenta da Beira, para três quilómetros mais adiante, às 11h50, ser dada lançada a partida real. A chegada a Castelo Branco, na Avenida das Palmeiras, deverá acontecer cerca das 17h20. 

“Vamos ter nesta etapa um dos melhores locais para chegadas ao “sprint” devendo ser uma das últimas oportunidades para os velocistas discutirem a vitória”, comenta o director da prova, Joaquim Gomes, antigo ciclista e que fala com experiência própria. Com a 6ª tirada vão completar-se trinta chegadas da Volta a Portugal à cidade de Castelo Branco que está no mapa da competição desde 1927 quando se realizou a primeira Volta. 

Últimas etapas com final em Castelo Branco e respectivos vencedores:

2002 (64ª Volta): Grândola-Castelo Branco, 181,1 Km., Alexis Rodriguez (Kelme)

2003 (65ª Volta): Cafés Delta-Castelo Branco, 150,9 Km., Vitoriano Fernandez (ASC)

2004 (66ª Volta): Termas Monfortinho-Castelo Branco, 190,6 Km., José M. Elias (Relax)

2005 (67ª Volta): Penamacor-Castelo Branco, 215,7 Km., Rui Lavarinhas (Ribeiralves)

2006 (68ª Volta): Idanha-a-Nova – Castelo Branco (CRI), 39,6 Km., David Blanco (C.Valenc.)

2007 (69ª Volta): Vila Viçosa-Castelo Branco, 168,3 Km., Francisco Pacheco (BHL)

2008 (70ª Volta): Vila Viçosa-Castelo Branco, 165,5 Km., Danilo Napolitano (Lampre)

2009 (71ª Volta): Caldas da Rainha-Castelo Branco, 228,7 Km., Manuel Cardoso (Liberty) 

No site da Volta a Portugal – www.volta-portugal.com – pode acompanhar em directo a evolução da 6ª Etapa da 72ª Volta a Portugal em Bicicletas Lagos Sports no filme da etapa em  http://volta-portugal.com/etapas/phps/filme.php?etapa=6

A 72ª Volta a Portugal tem o apoio das autarquias de Lisboa, Viseu, Leiria, Fafe, Castelo Branco, Mondim de Basto, Oliveira do Bairro, Santo Tirso, Aveiro, Viana do Castelo, Lamego, Sintra, Oliveira do Hospital, Oliveira de Azeméis, Gouveia, Idanha-a-Nova, Moimenta da Beira, Seia, Barcelos, Armamar e Águeda além do patrocínio dos Jogos do Centenário, Jogos Santa Casa, RTP, Aluvia, EDP, Tempo-Team, Liberty Seguros, Meo, O Jogo, Jornal de Noticias, Rádio Renascença, Águas São Martinho, Shimano, Xerox, Mobilif, Torrié, Copigés, DietSport – Powerbar, LG, Instituto Geográfico do Exercito, Ford, Cision, Estanhos D. António, Fullwear, Nexx Helmets, Orbita, KEEWAY, Pastelaria Chafariz, Sportzone, Tipografia Peres e Aquahotels Mondim Basto.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *