Oliveira de Azeméis, Sociedade

Cucujães recebe jovens de nove países em campo de trabalho – Oliveira de Azeméis

Duas dezenas de jovens, de nove países, estão a participar no Campo de Trabalho Internacional (CTI) do Núcleo de Atletismo de Cucujães, uma iniciativa que vai na 20ª edição e que, anualmente, reúne participantes de vários continentes do mundo.
A iniciativa tem o apoio da Câmara de Oliveira de Azeméis, Instituto Português da Juventude e Junta de Freguesia de Cucujães.
Na recepção que a autarquia fez à delegação de jovens o presidente do município destacou o espírito solidário da juventude e a sua abertura para as causas sociais e comunitárias.
«Esta iniciativa é um encontro onde os jovens aproveitam para partilharem cultura e conhecimentos e ainda para desenvolverem trabalho de voluntariado a favor da comunidade», afirmou Hermínio Loureiro, elogiando a iniciativa do Núcleo de Atletismo de Cucujães (NAC).
«O NAC é uma instituição de referência no concelho de Oliveira de Azeméis não só na prática desportiva mas noutras áreas, incluindo a cultura, e este campo de trabalho é mais um feliz exemplo do que vem realizando», disse.
Este ano, o campo de trabalho internacional trouxe até Cucujães 20 jovens oriundos da Coreia, Espanha, França, Itália, Japão, Portugal, Polónia, Sérvia e Turquia.
Até 15 de Agosto, dia em que termina a iniciativa, os jovens vão desempenhar tarefas comunitárias com especial incidência para a limpeza de espaços públicos (jardins e rotundas) e apoio a instituições.
O plano de trabalho inclui também limpeza de monumentos, embelezamento de locais, plantação de árvores, apoio a actividades para idosos, animação de centros de dia e colaboração nas actividades da biblioteca de Cucujães.
Segundo a organização, que elegeu «Mãos amigas» como tema para 2010, a iniciativa visa «a valorização dos jovens» através de tarefas sócio comunitárias «num encontro cultural aberto, num espaço de reflexão e conhecimento de realidades bem diferentes».
O CTI procura fomentar os «valores da cidadania» e o «intercâmbio entre regiões», valorizar o «voluntariado juvenil» e promover a «participação dos jovens na sociedade».
A organização colocou à disposição dos participantes um programa que lhes permitirá conhecer a região e estreitar os laços inter-culturais através do convívio e do contacto com a realidade e a história da região norte de Portugal.
Estão agendadas visitas a pontos turísticos e culturais do município incluindo-se uma visita histórica ao concelho e deslocações aos municípios vizinhos de Aveiro, Ílhavo, Murtosa, Santa Maria da Feira (visita à Feira Medieval), Arouca, São João da Madeira, Gaia, Espinho e Porto, com visitas à Casa da Música e Fundação de Serralves.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *