Cultura, Mangualde

Parceria pela descentralização da cultura – Mangualde

A Câmara Municipal de Mangualde aderiu ao protocolo celebrado entre a Fundação Oriente (Lisboa) e a Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) que tem como principal objectivo criar as condições necessárias para a divulgação do Museu do Oriente junto das populações, em particular, das populações do interior do País.
Com a adesão a este protocolo, a edilidade vai permitir que as populações do concelho de Mangualde tenham conhecimento e possam usufruir das actividades desenvolvidas pelo Museu do Oriente, nomeadamente no acesso às exposições realizadas. Para o efeito, a Fundação, através do Museu, proporcionará visitas guiadas por monitores a grupos de visitantes com um número mínimo de 20 pessoas.Estes grupos, designados de “Grupos de Visitantes”, irão beneficiar de preços especiais desde que as visitas sejam agendadas pelo respectivo município: 1€ para visitantes com idades compreendidas entre os 6 e os 12 anos; 3€ para visitantes entre os 13 e os 65 anos e 2€ para visitantes com idade superior aos 65 anos. Além dos preços especiais, os “Grupos de Visitantes” terão um desconto de 10 por cento na cafetaria e restaurante do Museu.
Em contrapartida, os municípios que aderirem a este protocolo deverão noticiar localmente todas as actividades desenvolvidas pelo Museu do Oriente, assim como disponibilizar toda a informação recebida deste.
Recorde-se que o Museu do Oriente está direccionado não só para a exibição de testemunhos materiais da presença portuguesa no Oriente, mas também para divulgar em Portugal a variedade e riqueza das diversas culturas asiáticas. A Fundação Oriente, que tutela o Museu do Oriente, tem como objectivo fomentar as ligações históricas entre Portugal e os países da Ásia através da realização e do apoio a iniciativas de cariz cultural, educativo, artístico e científico.
O presente protocolo estará em vigor até 2012, podendo ser renovado por períodos de um ano mediante um acordo estabelecido pela Fundação Oriente e a ANMP.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *