Desporto, Gondomar

Equipa de Gondomar é Campeã Nacional de Futebol de Rua

A equipa de Gondomar é Campeã Nacional de Futebol de Rua. A grande vitória foi conquistada no dia 1 de Agosto, em Lisboa. Os jovens Gondomarenses derrotaram, na final, a equipa de Setúbal (com o resultado final de 5-3).
Depois da vitória a nível Distrital, Gondomar representou o Distrito do Porto nesta fase final da prova dinamizada pela Associação Cais. António Maia (capitão), David Rocha, Daniel Silva, Daniel Miranda e Ezequiel Cardoso são os grandes heróis. Aos quais se junta Jorge Martins, treinador da equipa.
 
O Concelho de Gondomar sagrou-se Campeã Nacional de Futebol de Rua (com a equipa do Projecto “Animar para Capacitar” – Programa Escolhas 4.ª Geração). Depois da conquista distrital, a 29 de Maio, os jovens de Gondomar somaram mais um sucesso. Madeira, Santarém, Lisboa, Beja e, finalmente, Setúbal, foram as equipas que os jovens de Gondomar derrotaram nos dois dias de duração deste evento (30 de Julho e 1 de Agosto).
A prova começou com uma vitória contra a Madeira (por 3-0). Depois, contra Santarém, o jogo acabaria empatado (3-3) e seria decidido nas grandes penalidades. O adversário seguinte jogava em casa… Mas, não obstante o forte apoio, a equipa de Lisboa foi claramente derrotada pela de Gondomar (7-2). A meia-final foi disputada contra a equipa de Beja e 4-2 foi o “score” ao terminar o jogo. A grande final seria disputada com Setúbal. E, seguindo o exemplo das anteriores partidas, os jovens Gondomarenses conseguiram nova vitória (5-3) e sagrar-se-iam Campeões Nacionais de Futebol de Rua.
O Futebol de Rua joga-se num recinto com área aproximada de metade de um campo de futsal. Participam quatro jogadores em campo, um deles o guarda-redes (que não pode sair da sua área). As balizas são de sete metros de comprimento e um de altura. Cada jogo tem 14 minutos, repartidos em duas partes.
No ano passado, Portugal sagrou-se, em Milão, vice-campeão do mundo de Futebol de Rua. Este ano a equipa nacional irá representar Portugal no “Homeless World Cup”, que se realiza de 19 a 26 de Setembro, no Rio de Janeiro. A organização da prova irá, em breve, escolher os jogadores que irão para representar Portugal no Campeonato Mundial, que decorre no Rio de Janeiro (Brasil) entre 19 e 26 de Setembro próximo.
António Maia, Capitão da equipa de Gondomar, destacou no final da prova a “enorme satisfação” pela conquista do título nacional. “Jogámos com (e contra) grandes equipas… Foi complicado atingir a vitória na prova porque eram muito boas equipas, mas lutámos até ao fim e ganhámos!”, disse, satisfeito, o Capitão da equipa Gondomarense em entrevista aos órgãos de Comunicação Social presentes.

Esta iniciativa é da responsabilidade da “Cais”, uma organização de apoio aos sem abrigo, que desde 2004 promove o Futebol de Rua para combater a pobreza e a exclusão social.
Nesta prova, mais importante do que marcar golos, fintar o adversário ou vencer os jogos, é mostrar que o desporto, em geral, e o futebol, em particular, também servem para conquistar outras perspectivas de vida.
Henrique Pinto, director executivo da “Cais”, destaca que para além da vertente desportiva, esta é uma iniciativa de inclusão social. “Temos cerca de 75 a 80 por cento de resultado positivo durante estes anos e orgulhamo-nos muito de poder dizer que as pessoas, quando voltam às suas terras, abraçam uma vida que não tinham até então”, afirmou Henrique Pinto.
Para Pedro Marques, Secretário de Estado da Solidariedade Social, com esta prova promove-se a construção de processos de inclusão (a partir do desporto). “A partir daqui constrói-se, com as instituições sociais, um processo de inclusão. E este tem sido um projecto fortemente inclusivo e que afirma uma melhor imagem das pessoas em risco de exclusão perante a generalidade da população”, defendeu Pedro Marques.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *