Évora, Sociedade

Municípios alentejanos assinam parceria para melhor desenvolvimento do território – Évora

As Câmaras Municipais que integram a Rede Corredor Azul (Évora, Arraiolos, Borba, Elvas, Estremoz, Montemor-o-Novo, Santiago do Cacém, Sines, Vendas Novas e Vila Viçosa) assinaram dia 29 de Julho, em Évora, um acordo de parceiros para implementação e co-financiamento dos projectos transversais do Programa Estratégico da Rede de Cidades e Centros Urbanos para a Competitividade e a Inovação do Corredor Azul, aprovado pelo INALENTEJO. 

O presente acordo define as modalidades de cooperação entre as partes envolvidas e determina as responsabilidades respectivas na execução dos projectos transversais, bem como na repartição financeira da contrapartida nacional dos mesmos. 

Salienta-se que o Programa Estratégico Corredor Azul prevê a realização de quatro projectos transversais, um por cada operação estratégica, num valor global de investimento elegível de 1.329.000 euros, sendo que a “Rede de Promoção Empresarial/PROMOINVEST” tem como parceiro executor a Câmara de Vendas Novas; a “Atractividade Urbana” cabe à Câmara de Elvas; a “Promoção Empreendorismo do Corredor Azul” é da responsabilidade da Câmara de Sines, enquanto que a “Governança” compete à Câmara de Évora. 

Na cerimónia de assinatura do acordo, realizada no Salão Nobre dos Paços do Concelho de Évora, o Vice-Presidente da Câmara Municipal, Manuel Melgão, sublinhou a importância desta parceria que “envolve 10 municípios do Alentejo que vão desde o Atlântico até à fronteira com Espanha”, aliados “pelo bem comum e interesse das populações, que sabem dar as mãos e trabalhar em parceria, independentemente das diferenças de opiniões”. 

Interveio ainda o Vice-Presidente da Câmara Municipal de Elvas, Nuno Mocinha, que realçou o impacto que a “Atractividade Urbana”, operação a cargo do Município de Elvas, pode ter no contexto da região.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

1 comentário

  1. Alentejo uma terra aparte de Portugal. Segunda região de Portugal a ter maior PIB com menor quantidade de trabalhadores…. e sim somos nós os alentejanos 😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *