Sociedade, Vale de Cambra

Equipamento do novo arquivo municipal de Vale de Cambra contemplado

O Equipamento e Mobiliário para o Arquivo Municipal de Vale de Cambra, objecto de candidatura ao Programa de Gestão ON 2, foi contemplado com cerca de 300 mil euros.

O Presidente da Câmara Municipal, José Bastos, assinou o contrato de financiamento no passado dia 15 de Julho, no Porto, com a CCDR-N. Este é mais um passo dado em frente na melhoria da prestação de serviços culturais e patrimoniais no Município de Vale de Cambra. 

A Câmara Municipal de Vale de Cambra viu aprovado o financiamento para o projecto de equipamento e mobiliário do novo Arquivo Municipal pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N).

O protocolo com a Autoridade de Gestão foi assinado na Fundação Serralves, no Porto, entre o Presidente da Câmara Municipal, José Bastos e Carlos Laje, Presidente da CCDR-N e da Comissão Directiva do ON2 e Carlos Duarte, Gestor do Programa Operacional do Norte.

O Projecto valecambrense surge no prosseguimento da adaptação de um edifício para Arquivo Municipal (junto ao Edifício Municipal), no âmbito da candidatura elaborada em Maio do ano passado no âmbito da “Rede de Equipamentos Culturais” do Programa ON 2.

Com o objectivo primordial de enriquecer e obter apoio financeiro para a aquisição de equipamento – estantes, mobiliário, equipamento de restauro, equipamento informático e material de acondicionamento para arquivo fotográfico – estão agora reunidas as condições para concluir a obra do Arquivo Municipal de Vale de Cambra.

O novo edifício prestará  assim, um melhor serviço ao Concelho e à memória colectiva de todos os valecambrenses, estando equipado ainda com salas de trabalho técnico específicas e uma área destinada ao atendimento ao público e enriquecimento cultural, como é o caso da recepção, área de exposições, sala de leitura e consulta e ainda serviço educativo para os mais novos.

Este é mais um projecto que a Câmara Municipal de Vale de Cambra vê aprovado através de candidatura a fundos comunitários, aproveitando assim da melhor forma o apoio disponível para desenvolver e qualificar a oferta de serviços e actividades culturais e patrimoniais com vista ao reforço da valorização e crescimento do Concelho.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *