Cultura, Gondomar

Dois irmãos, um livro: “Poemas da mesma Mãe” – Gondomar

A Escola Dramática e Musical Valboense acolheu, a 24 de Julho, a apresentação do livro “Poemas da mesma Mãe”, uma obra da autoria (repartida) dos irmãos António Bastos Oliveira e Silvestre Bastos.
O livro, dividido pelos dois autores, apresenta poesia “clara, leve e limpa”. E, em paralelo, junta alguns textos históricos sobre a Freguesia de Valbom e factos que marcaram o percurso de vida dos autores.
 
São, como caracteriza o título da obra, “Poemas da mesma Mãe”. A edição, que teve o apoio da Câmara Municipal de Gondomar, surgiu de um convite que Valentim Loureiro lhes havia endereçado: o de reunirem, em livro, muita da valiosa (mas dispersa) poesia que estes dois valboenses já tinham escrito.
A obra foi planeada em 2009. E, já em Abril de 2010, seria feita a apresentação pública do livro (na Biblioteca Municipal de Gondomar). Alguns meses passados, e querendo “aproximar” o livro da freguesia que está “presente” em muitas das suas páginas, os irmãos Bastos Oliveira proporcionaram uma segunda apresentação da publicação.
A Escola Dramática e Musical Valboense recebeu uma cerimónia na qual, para além da leitura de alguns dos poemas editados, ainda houve tempo para música (com Carlos Andrade, José Silva e Adolfo Bastos). Silvestre Bastos referiu que a obra foi “publicada de mãos dadas”. E, acrescentou, se os poemas “são da autoria dos filhos da mesma Mãe”, o progenitor deste livro deverá ser considerado o Presidente da Câmara Municipal de Gondomar: “Foi o Major Valentim Loureiro que nos convidou a juntar os nossos textos, assegurando o apoio da Câmara para a edição do livro”, referiu o autor.
António Bastos Oliveira nasceu em 1928. Desde sempre teve um especial carinho pela literatura poética. Depois da participação em vários concursos de poesia, em 2002 editaria o seu primeiro livro (“A Cartilha”) e em 2006 publicou “Sementes de Poesia”. Silvestre Bastos nasceu em 1931. Autor de poemas e colaborador de várias publicações, também foi premiado em concursos de poesia. “O meu Poente” (1994) e “Meu Nascente” (1997) foram as suas primeiras edições em livro. Já em 2008 editaria “O Rosto das Palavras”.
“Poemas da mesma Mãe” junta-os, agora, em livro.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *