Óbidos, Sociedade

Festa da história de Óbidos recebe 100 mil visitantes

“Foi mais uma grande festa da história, celebrando, nesta edição, a importância das Artes e dos Ofícios. Passaram por Óbidos mais de 100 mil pessoas, com uma elevada percentagem de trajados à época e cerca de 12 mil convites atribuídos a munícipes.” É desta forma que José Parreira, administrador da Óbidos Patrimonium, empresa municipal organizadora do evento, faz o balanço de mais uma edição do Mercado Medieval de Óbidos, que terminou ontem, domingo, dia 18 de Julho.

Este ano, com um novo calendário, aberto de quinta a domingo, durante 3 semanas, que proporcionou aos visitantes, mais um fim-de-semana que em anos anteriores, o Mercado Medieval de Óbidos assume-se como um dos mais importantes eventos do género em Portugal. E a edição de 2011 já está a ser programada. Segundo José Parreira, para o ano “comemoraremos a 10.ª edição, de 07 a 24 de Julho, com muitas novidades”. “Será um evento que homenageará as Misericórdias e, em especial, a de Óbidos, que celebra 500 anos”, promete.

Na edição de 2010, para além de mais cenografia, a animação e a gastronomia foram uma constante, com 129 pontos de venda (19 tasquinhas e 110 bancas de artesanato, outros produtos e serviços), 19 colectividades representativas das 9 freguesias do concelho de Óbidos, 12 grupos de música de Portugal, Espanha, França, Itália, Marrocos e Egipto, 16 grupos de animação diversa vindos de Portugal, França e Itália e mais de 130 elementos de animação.

Para além das bilheteiras normais, e à semelhança do ano passado, os visitantes puderam, confortavelmente e de forma segura, comprar o seu bilhete através da Internet no sítio www.obidos.pt. Situação que se mantém para os próximos eventos, nomeadamente o Festival Internacional de Ópera de Óbidos, que começa já no dia 31 de Agosto, com a “9.ª Sinfonia de Beethoven”, a 07 de Agosto a ópera “Barbeiro de Sevilha”, de Rossini, dia 19 a ópera “La Bohème”, de Puccini, ambas na Cerca do Castelo de Óbidos, e a 21 de Agosto a Grande Gala Final”, na Lagoa de Óbidos, com a conhecida soprano Elisabete Matos.

José Parreira, da organização, afirma que “a abertura do Festival de Ópera será um momento memorável, com a realização de um grande concerto que não deixará ninguém indiferente.

Nessa data [31 de Julho] será lançado o vinho Gaeiras Branco, com um rótulo associado ao programa «Óbidos Gourmet» e que poderá ser provado por todo o público”. O responsável afirma ainda que “a grande aposta na internacionalização do Festival e nos cenários terá como garantia a presença de artistas de renome nacionais e estrangeiros e grandes orquestras”. “As óperas escolhidas estão a ter uma excelente reacção do público, assim como a grande gala final, na Lagoa de Óbidos, num cenário idílico e, certamente, inesquecível”, conclui.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *