Entroncamento, Sociedade

Seminário “Oportunidades de Financiamento para a Tecnologia, a Inovação e a Competitividade Empresarial” – Entroncamento

No dia 7 de Julho decorreu, no Salão Nobre dos Paços do Concelho da Câmara Municipal do Entroncamento, o Seminário “Oportunidades de Financiamento para a Tecnologia, a Inovação e a Competitividade Empresarial – Sector Energético”.
A sessão de abertura esteve a cargo da Vereadora a Tempo Inteiro da Câmara Municipal do Entroncamento, Dra. Paula Costa, do Eng.º Tiago Gaio (AREANATejo) e da Eng.ª Mónica Martins (MédioTejo21).
O seminário foi moderado pela Dra. Elsa Nunes (IRRADIARE) e contou com os seguintes painéis: “O papel das agências de energia na dinamização dos mercados locais”, com os oradores Eng.º Tiago Gaio (AREANATejo) e Eng.ª Mónica Martins (MédioTejo21); “Energia no 7º PQ – oportunidades de financiamento para as empresas”, com a oradora Dra. Teresa Bertrand (representante do GPPQ); “Instrumentos de co-financiamento”, com os oradores Dr. Carlos Ferreira (CCDR Centro) e Dr. Luís Silva (ADENE); “Testemunhos de empresas e entidades do SCT”, com os oradores Dra. Andreia Alves (PEGOP), Eng.º Pedro Granchinho (Instituto Politécnico de Tomar) e Dr. Nélson Carvalho (RPP Solar).
Após os painéis, realizou-se um debate final.
Organizado pelo Gabinete de Promoção do 7º Programa-Quadro de I&DT (GPPQ) com a colaboração da MÉDIOTEJO21 (Agência Regional de Energia e Ambiente do Médio Tejo e Pinhal Interior Sul), da AREANATejo (Agência Regional de Energia e Ambiente do Norte Alentejano e Tejo) e da Câmara Municipal do Entroncamento, o seminário deu destaque aos concursos que irão abrir brevemente nos domínios da Tecnologia, Inovação e Competitividade Empresarial, para projectos em consórcio internacional.
A iniciativa, destinada a todos os investigadores, empresários, industriais e agentes da organismos públicos que pretendem aceder a financiamento no âmbito do 7.º Programa Quadro, contou com a presença de cerca de 50 participantes.
O 7.º Programa-Quadro de Investigação e Desenvolvimento Tecnológico (7.º PQ ou FP7) é o principal instrumento para financiar a investigação, o desenvolvimento tecnológico e a demonstração na Europa e está em vigor de 2007 a 2013, com um orçamento superior a 50 mil milhões de euros.
O 7.º PQ apoia a investigação em áreas prioritárias e o seu principal objectivo é tornar ou manter a União Europeia na posição de líder mundial nesses sectores. Para além disso, é uma ferramenta essencial para dar resposta às necessidades de emprego e competitividade na Europa e também manter a liderança numa economia global do conhecimento.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *