Sintra, Sociedade

Sintra Medieval

Os Torneios Medievais a Cavalo vão regressar ao Largo do Palácio da Vila, nos próximos dias 10 e 11 de Julho, das 15h00 às 20h00, com entrada livre. Trata-se de uma recriação histórica que permite uma viagem no tempo, com a aclamação de D. João II de Portugal “O Príncipe Perfeito”, realizada a 31 de Agosto de 1481. 

Após a morte de D. Afonso V e de “três dias de dó”, D. João II foi aclamado em Sintra “Rei de Portugal e dos Algarves, d’Aquém e d’Além Mar em África”, numa cerimónia, perante fidalgos e prelados com grande brilho, “vestido de vestiduras mui ricas e com a cerimónia costumada”. D. João II tinha uma jovem austeridade mas o seu sentido de justiça tornou-o querido do povo. 

Para celebrar recria-se um torneio para contentamento do povo, com os seguintes momentos: tecelagem, oficina de ferreiro, mostra de armas, oficina de arco e flecha, esgrima medieval, cortejo, chegada de sua Majestade D. João II e D. Leonor de Portugal, apresentação de cumprimentos a sua Majestade e Séquito, torneio, arte de caça a cavalo e cavalaria militar. 

Esta recriação histórica pretende criar quadros de história viva, contextualizando o Palácio Nacional de Sintra e D. João I em inícios do Século XV, de modo a que, em espaço próprio, possa dar a conhecer-se a nossa história e os seus momentos mais importantes. 

Durante o Torneio é  anunciada a continuidade das celebrações com a realização de um Mercado Medieval, de 16 a 18 de Julho, em S. Pedro de Penaferrim, que irá ter espectáculos musicais, teatro, artes circenses, entre outros.  

Nesta Feira estarão presentes vários artesãos e comerciantes de Sintra, do resto do País, bem como do estrangeiro, que irão recriar ofícios antigos, em risco de desaparecimento e, consequentemente, de deixarem de fazer parte da nossa memória, tais como: tecelagem, fiação, tanoeiro, fabrico do pão artesanal, compotas, licores, secagem de plantas para chás, utensílios domésticos em madeira, execução de roupas, entre outros. 
 
 
 
 
 

Assim, pretende criar-se no local, conhecido pela realização da Feira de S. Pedro, muita animação onde a atracção principal será uma exposição e mostra de artigos e de artes tradicionais que transportem o visitante no tempo, fazendo de Sintra um ponto de atracção não só de visitantes locais, mas também de turistas, contribuindo para a preservação de tradições.

O mercado Medieval pode ser visitado na Sexta-feira das 17h00 às 23h30, Sábado e Domingo das 15h00 às 23h30, com entrada livre 

Depois, de 30 de Julho a 1 de Agosto, a Câmara Municipal de Sintra vai promover no Largo do Palácio Nacional de Queluz, junto à Pousada D. Maria I, a Feira Setecentista. Aqui, será recriado o período áureo do Palácio de Queluz. 

Esta recriação histórica do reinado de D. Maria I proporciona à comunidade local e visitantes, uma autêntica “viagem no tempo” na qual estão presentes vários artesãos e comerciantes, para recriar artes e ofícios da época.

 
Os quadros de animação e personagens são uma constante, o que permitirá, certamente, conhecer e vivenciar de forma lúdica e cultural factos relacionados com a época setecentista, a época em que Queluz era a sede da Corte portuguesa.

A Feira Setecentista decorrerá com o seguinte horário: Sexta-feira das 17h00 às 23h30, Sábado e Domingo das 15h00 às 23h30. A entrada é livre.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *