Oliveira de Frades, Sociedade

Marchas populares animam ruas e divertem população do concelho de Oliveira de Frades

A Câmara Municipal de Oliveira de Frades em colaboração com as Associações Concelhias e as Juntas de Freguesia realizou, pela primeira vez, no passado dia 26 de Junho (dia de S. Pelágio, Santo Padroeiro de Oliveira de Frades) o concurso das Marchas Populares. Em simultâneo decorreu, na Praça das Finanças, a sardinhada organizada pelo Grupo Novos Horizontes e pelo Agrupamento de Escuteiros S. Pelágio.

A sardinha assada, as canções populares, a diversão de rua, as vestes tradicionais e os arcos encheram de alegria a Av. dos Descobrimentos que se transformou num agradável convívio.

Participaram neste evento oito grupos de Marchas (Associação Cultural e Recreativa de Ferreiros, Associação Cultural e Recreativa dos Jovens de Vilarinho, Associação Cultural e Recreativa da Remolha, Banda de Música de Oliveira de Frades, Escola Básica nº 1 de Vila Chã, projecto “FicActivo”, Freguesia de Arcozelo das Maias e Misericórdia Nossa Senhora dos Milagres) que, de forma empenhada, demonstraram a sua energia, criatividade e talento, contagiando o público.

Neste primeiro concurso de Marchas Populares foram distinguidas as três melhores Marchas (1º classificado – Misericórdia Nossa Senhora dos Milagres, 2º classificado – Freguesia de Arcozelo das Maias e 3º classificado – Associação Cultural e Recreativa dos Jovens de Vilarinho) que obtiveram as melhores classificações atribuídas pelo Júri do Concurso, sendo que as restantes Marchas receberam um troféu de participação.

A Festa prolongou-se pela noite dentro com um baile popular, encerrando esta emocionante e alegre noite de Verão.

Com este evento pretendeu-se fomentar o convívio entre gerações e dinamizar o associativismo concelhio.

O Município congratula-se com o sucesso desta iniciativa marcada pela forte adesão  dos munícipes, agradecendo a todos os que, de forma directa ou indirecta, contribuíram para a realização deste evento.  
 
 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *