Oliveira de Azeméis, Sociedade

Município «apadrinha» criação de núcleos para escoamento de produtos agrícolas – Oliveira de Azeméis

Duas dezenas de produtores horto-frutícolas do concelho de Oliveira de Azeméis foram sensibilizados para se constituírem em núcleos no âmbito do projecto PROVE – Promover e Vender, uma rede criada no âmbito da iniciativa comunitária EQUAL destinada a facilitar o escoamento das produções.
A autarquia, em parceria com a Associação de Desenvolvimento Rural Integrado de Terras de Santa Maria (ADRITEM), promoveu uma sessão de trabalho com os produtores onde foram dadas a conhecer as vantagens em se associarem de forma a venderem directamente os seus produtos aos consumidores.
O objectivo da metodologia PROVE é a promoção de novas formas de comercialização de produtos agrícolas entre pequenos produtores e o consumidor final constituindo-se numa oportunidade de criação de empregos e numa alternativa ao escoamento dos produtos.
O método de funcionamento é fácil: Os produtores associam-se em núcleos, reúnem-se para organizarem os cabazes de acordo com as encomendas dos clientes promovendo, depois, a sua distribuição junto dos consumidores. As encomendas podem ser feitas por via telefónica, preenchimento de uma ficha de inscrição ou através da internet.
«O projecto trará mais valias para os produtores e os consumidores porque estabelece uma relação de confiança e de proximidade entre quem produz e quem consome», afirmou a vereadora Gracinda Leal na abertura dos trabalhos que decorreram no salão nobre do município.
«O consumidor terá a oportunidade de comprar produtos frescos e de qualidade», disse, reforçando que «o projecto tem pernas para andar e terá o apoio da autarquia».
Para Gracinda Leal, que vê com bons olhos a criação de um ou mais núcleos PROVE no município, trata-se de «um projecto de proximidade que irá gerar o desenvolvimento rural e o escoamento dos produtos agrícolas com fortes vantagens para os produtores».
Segundo os promotores do projecto PROVE «a comercialização de proximidade aumenta a competitividade do território uma vez que promove as relações entre os dois grupos que estimulam directamente a economia».
O projecto PROVE surgiu como forma de apoio aos territórios rurais que apresentam produtos tradicionais de qualidade, produzidos por pequenos produtores locais.
Os objectivos do programa passam pelo fomento e reforço da «capacidade empresarial dos pequenos produtores», por «estimular processos de sustentabilidade local através da comercialização de proximidade» e por «desenvolver dinâmicas de proximidade entre produtores e consumidores».

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *