Sociedade, Valongo

Sobrado revive tradição da bugiada – Valongo

No próximo dia 24 de Junho, dia de S. João, a freguesia de Sobrado vai encher-se de cor e alegria para assistir a mais uma representação da secular luta entre Bugios e Mourisqueiros. Esta tradicional manifestação cultural, considerada uma das mais importantes do Norte do País, traz até Sobrado milhares de visitantes que ao longo de todo o dia assistem a uma série de acontecimentos relacionados com a luta entre mouros e cristãos.

A posse de uma imagem de S. João, considerada milagrosa, é o mote para a “guerra” que opõe os dois exércitos. De um lado os bugios, de cara tapada, muito barulhentos e grandes foliões. São cerca de mil. Do outro lado os Mourisqueiros, de cara descoberta, extremamente organizados e sempre de ar muito sério. São cerca de 60.

Está assim dado o mote para mais um dia em cheio na freguesia de Sobrado. E o dia 24 começa bem cedo. Pelas 8h00 há a Dança em Casa do Reimoeiro. O local depende sempre da residência do chefe da formação mourisca. É precedida da saudação e mata-bicho. A tradição manda que pelas 8h45 haja a Dança em casa do Velho da Bugiada, onde antes da dança há também o mata-bicho. Segue-se às 9h30 o “Jantar” dos Mourisqueiros, na Casa do Bugio, para onde os mouriscos se dirigem em cortejo. Pelas 10h00 acontece a Missa Solene com Sermão. Enquanto isso, e pelas 10h15 há o “Jantar” dos Bugios, também na Casa do Bugio, mas em sala à parte. As duas formações não se misturam. Pelas 11h30 sai a Procissão em honra de S. João. São os Mourisqueiros que carregam os andores dos santos. É pelas 12h30 que acontecem as tradicionais Danças de Entrada, primeiro dos Mourisqueiros e, logo a seguir, dos Bugios, partindo da capela das Alminhas e terminando junto à igreja. Trata-se de marchas dnaçadas, em parte acompanhadas por banda de música. No fim, apresentam-se as “Estardalhadas” com cenas críticas da vida local e nacional. Uma hora mais tarde, pelas 13h30, há a Dança do Sobreiro que é executada sequencialmente por Mourisqueiros e Bugios. Segue-se a Cobrança de Direitos, uma simulação de colecta de impostos, e a Sementeira, uma cena de camponeses mascarados que representa o ritual de semear a terra, dando a volta ao Largo do Passal. Seguem-se o Gradar e o Lavrar. Pelas 17h00 realiza-se a Dança do Cego ou Sapateirada. Trata-se de uma cena de teatro primitivo de mascarados que põe em acção um cego e o seu moço, por um lado e o seu moço, por outro. Segue-se mais uma dança, desta vez no pátio da residência paroquial. Na denominada Dança do Doce, marcada para as 17h30, é servido a cada dançarino um doce da terra e um copo de vinho branco. Já pelas 19h00 cada exército dirige-se ao respectivo castelo, sob os plátanos do Largo do Passal, e enquanto se trocam tiros de “canhão”, um cavaleiro corre as embaixadas levando mensagens de um castelo para o outro. Acabando a pólvora aos cristãos, os Mourisqueiros atacam o castelo e à terceira tentativa invadem e levam o Velho Preso. À Prisão do Velho segue-se o Milagre de S. João. Finalmente, e pelas 20h30, dá-se a Dança do Santo. É neste momento que, ao fundo do Passal, junto à igreja, primeiro os Mourisqueiros e depois os Bugios realizam a sua última dança em honra de S. João.

Este é com certeza o ponto alto das festividades em honra de S. João, padroeiro da freguesia, da responsabilidade da Associação Organizadora da Casa do Bugio e das Festas de S. João de Sobrado e que conta com o apoio da Câmara Municipal de Valongo. Mas o programa das festas começa já no domingo, dia 20 de Junho.

Programa da festa em honra a S. João – Largo do Passal, Sobrado

Dia 20

16h30 – Grupo de Dança Teenagers

17h00 – Último Ensaio

22h00 – Grupo de Dança Instintos Radicais

22h30 – Cantares ao desafio com Olinda, de Paredes, e Jorge Loureiro, de Barcelos

Dia 21

21h30 – Grupo de Dança Novo Milénio

21h50 – Grupo de Dança Espaço de Dança

22h10 – Grupo de Dança da Devesa

22h30 – Grupo de Dança Estrelas da Balsa

Dia 22

22h00 – Projecção do Filme das Bugiadas de 1977

Dia 23

9h00 – grupo de Bombos Zés Pereiras de Recarei

22h00 – Grupo Musical Arco Íris

00h30 – Actuação da banda Deolinda

Dia 24 (BUGIADA)

08h00 – Dança em casa do Reimoeiro

08h45 – Dança em casa do Velho da Bugiada

09h30 – Jantar dos Mourisqueiros

10h00 – Missa Solene com sermão

10h15 – Jantar dos Bugios

11h30 – Procissão em honra a S. João

12h30 – Danças de entrada

13h30 – Dança do Sobreiro

15h00 – Cobrança de Impostos

15h30 – Sementeira

16h00 – Gradar

16h30 – Lavrar

17h00 – Dança do Cego ou Sapateirada

17h30 – Dança do Doce

19h00 – Negociação

19h45 – Prisão do Velho

20h15 – Milagre de S. João

20h30 – Dança do Santo

21h00 – Entrega da Festa

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *