Sociedade, Vizela

Câmara Municipal inicia processo de criação do Banco Local de Voluntariado de Vizela

A Câmara Municipal de Vizela promove uma sessão de esclarecimento sobre o Banco Local de Voluntariado de Vizela, com a presença da Coordenadora do Conselho Nacional para a Promoção do Voluntariado, Dr.ª Elisa Borges, no próximo dia 16 de Junho, às 15.00h, no Auditório dos Bombeiros Voluntários de Vizela.
No seguimento do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido na área social, a Câmara Municipal de Vizela deu início à fase de implementação do Banco Local de Voluntariado de Vizela no passado dia 24 de Maio, com uma reunião na sede do Conselho Nacional para a Promoção do Voluntariado, em Lisboa, com a sua Coordenadora, Elisa Borges, e a Vereadora da Acção Social da Câmara Municipal de Vizela, Dora Gaspar.
Trata-se de uma estrutura a nível local, que de forma flexível e descentralizada, promove o voluntariado, instituindo-se como um local de encontro de pessoas que expressam a sua disponibilidade e vontade para serem voluntárias e entidades que reúnem condições para integrar voluntários e coordenar o exercício da sua actividade.
Neste contexto, e com vista a sensibilizar a população e as entidades locais, bem como divulgar o funcionamento e objectivos do Banco Local de Voluntariado, a Câmara Municipal vai promover, no próximo dia 16 de Junho, entre as 15 e as 17 horas, uma Sessão de Esclarecimento com a Coordenadora do Conselho Nacional para a Promoção do Voluntariado.
O Banco de Voluntariado Local de Vizela tem como objectivos, entre outros, sensibilizar os cidadãos, divulgar projectos e oportunidades de voluntariado, acolher as candidaturas das pessoas interessadas na actividade voluntária, proceder à avaliação do perfil do candidato a voluntário e encaminhá-lo de acordo com as características da actividade a desenvolver. Apesar de tradicionalmente associado à área social, o voluntariado exerce-se noutros âmbitos, mais alargados, conferindo respostas mais abrangentes e efectivas às necessidades diagnosticadas. Para além da área social, considera-se fundamental o voluntariado nos domínios da saúde, educação, ciência, cultura, defesa do património, defesa do ambiente, defesa do consumidor, emprego e formação profissional, reinserção social, protecção civil, solidariedade social, entre outros.
Em Portugal, o voluntariado tem vindo a desenvolver-se de forma regular, tendo o voluntário um papel decisivo no reforço da coesão social, aproximando o cidadão em torno de causas comuns, solidárias e integradoras do indivíduo na comunidade.
O Banco Local de Voluntariado de Vizela aceita inscrições de voluntários a partir dos 16 anos de idade, com disponibilidade e sentido de responsabilidade social.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *