Cultura, Reguengos de Monsaraz

“Imagens do Alentejo Rural” em exposição na vila medieval de Monsaraz

O Ciclo Santiago 2010, que decorre ao longo do ano na Igreja de Santiago, na vila medieval de Monsaraz, apresenta entre 5 de Junho e 4 de Julho a exposição “Imagens do Alentejo Rural”, de Fátima Bacharel. Organizada pelo Município de Reguengos de Monsaraz, esta exposição de 14 obras em óleo sobre tela pode ser apreciada todos os dias entre as 10h e as 19h. 

Fátima Bacharel tem como referência a escola impressionista e pintores portugueses como Vieira da Silva, Amadeo Sousa Cardoso, José Malhoa, Henrique Pousão e Júlio Pomar. Desde 1996, a pintora participou em sete exposições individuais e três colectivas com trabalhos em óleo sobre tela. 

“É a natureza em todos os seus domínios e a sua interacção com o homem a fonte de inspiração que neste Alentejo é um manancial inesgotável”, afirma Fátima Bacharel. Licenciada em Arquitectura Paisagista e Mestre em Ordenamento do Território e Planeamento Ambiental, a sua formação académica, reforçada por uma actividade profissional directamente relacionada com a paisagem do Alentejo, desencadearam uma grande motivação na interpretação e tradução daquele conjunto de enorme riqueza estética, cultural e sensitiva.  

A artista considera que “num vasto horizonte, com uma gama de contrastes cromáticos e formais e, por vezes, num conflito latente entre o homem e o meio, destacam-se formas, evidenciam-se texturas, iluminam-se contrastes ou revelam-se sombras – sábias combinações da natureza que distribuiu situações e ambientes diferenciados, com as suas particularidades de luz e cor”. Fátima Bacharel afirma ainda que “a paisagem do Alentejo é especialmente inspiradora, nomeadamente pela multiplicidade dos seus padrões e escala, pelas marcas indeléveis do cruzamento das influências continental, mediterrânica e atlântica e pela engenhosa integração da ancestral ocupação humana”.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *